9.12.17

GOSMENTO, MAS SAUDÁVEL

Sem Título-1
Dentre os diversos vegetais que estamos acostumados em nosso cardápio o quiabo é um dos que desperta maior misto de sentimentos entre as pessoas. Os que gostam, o amam com intensidade quase maternal, mas, em compensação, os que dizem não apreciar o alimento declaram guerra ao vegetal.
Mas no post de hoje nós vamos apresentar argumento suficientes para fazer com que os apaixonados intensifiquem ainda mais seus sentimentos, e os que não se dão muito bem com o legume, possam, pelo menos, mudar um pouco sua visão quanto ao muitas vezes injustiçado quiabo.
A cápsula fibrosa recheada de sementes é muito popular em Minas Gerais, mas tem espaço garantido no cardápio de diversos preparados em todo o país e, também, no exterior. Aliás, ele é originário da África e foi trazido no período do Brasil colônia por escravos.
santa_cruz_47_expande
Falando de saúde, o fruto possui uma quantidade significativa de vitamina C (que pode se perder, com o cozimento), vitamina A (muito importante para o bom estado da visão) e, também, possui vitaminas do complexo B (fundamentais para o processo de crescimento).
A hortaliça  traz também em sua composição o cálcio, o ferro, fósforo e o cobre, nutrientes que ajudam na formação dos dentes, ossos e renovação saudável do sangue.
Muita gente reclama da estranha “gosma” que o vegetal solta quando está sendo preparado e utiliza isso como desculpa para não consumir o alimento. Muitas técnicas existem para amenizar e disfarçar a presença da desagradável substância.
Vale a pena você dar uma pesquisada sobre como obter os resultados. Uma das formas é pingar gotas de limão durante a preparação do prato. Aproveite para desfrutar dos inúmeros benefícios desse alimento que pode, quando bem preparado, agradar ao seu paladar e, paralelo a isso, beneficiar a sua saúde e a das pessoas que você se importa.

2.12.17

6 MITOS Sobre REEDUCAÇÃO ALIMENTAR! Saiba Quais são e TENHA SAÚDE!

Resultado de imagem para sucos naturais
Dietas são assuntos amplamente comentados em academias, revistas "especializadas", blogs, sites, vídeos do Youtube, etc. Com isto muita informação é difundida, porém muitos mitos surgem e acabam se confundindo em meio a formas eficazes de se alimentar. Não conhecer estes mitos pode fazer com que cometa excessos em sua alimentação e não consiga emagrecer.
Aqui separei 6 mitos mais frequentes sobre dietas. Muitos geralmente são ditos com base em algo que até faz sentido, mas como é mau explicado pode levar as pessoas a cometer erros durante a alimentação. Se identificar qualquer um destes mitos em seu dia a dia é hora de fazer uma boa análise em sua alimentação e verificar se realmente fará com que emagreça e também com que mantenha a saúde.
Vale lembrar que estar no peso ideal sempre é algo associado a manter a saúde. As dietas que fazem emagrecer muito rápido geralmente prejudicam a saúde e acabam não sendo eficazes a longo prazo. Assim que termina a dieta a pessoa acaba ganhando peso novamente. É importante que saiba isto pois algumas dicas a seguir vão contra o que algumas dietas radicais afirmam.

6 Erros que Talvez Esteja Cometendo na Alimentação!


Pode Beber Sucos Naturais a Vontade
Esta pode parecer uma dica saudável e boa para sua dieta, porém não deve esquecer que sucos também possuem calorias e em excesso poderão estar atrapalhando sua reeducação alimentar. Afinal é muito difícil alguém lembrar de ficar contando calorias dos sucos. Para manter o corpo hidratado deve ser água mesmo; os sucos são ideais para os lanches durante o dia.


Azeite não engorda
Este é um exagero devido ao fato de que azeite seja uma fonte de gorduras monoinsaturadas (benéficas para o coração), porém ainda deve ser considerado que,  assim como qualquer outro óleo, possui calorias. Basta não abusar do azeite e não estará sabotando sua reeducação alimentar.


Alimentos congelados engordam
Este é outro mito que na verdade ocorre por falta de observação. Não é que o fato de o alimento ter sido congelado fará com que seja contraindicado para a alimentação; na verdade o que acontece é que muitos dos alimentos congelados são massas e engordam por serem altamente calóricas e não por serem congelados. Se quiser congelar seus alimentos para ter mais praticidade no dia a dia pode fazer isto sem medo, pois o alimento não alterará as calorias.


Fumar emagrece
Isto é uma grande besteira. O fumo não tem nenhuma relação com o peso. Caso isto fosse verdade não existiriam fumantes obesos. Basta olhar nas ruas e verá que estão por todos os lados. Se ainda não parou de fumar para "controlar o peso", pode parar, pois o fumo não afetará isto. Algumas pessoas engordam ao parar de fumar, mas não por largar o tabagismo e sim por passar a comer muito, trocando um vício por outro.


Comida japonesa não engorda
Se pensa que comida japonesa não engorda se enganou, pois aqui há dois pontos a observar. O primeiro é o fato de que o que costumamos comer nos restaurantes não é exatamente o que se come no dia a dia no Japão. Outro ponto é que algumas comidas, como os molhos, muitas vezes são elaborados com saquê e açúcar, o que os torna avessos a sua reeducação alimentar. Portanto não abuse da comida japonesa, lembre-se que é comida como qualquer outra.



Alimentos Diet Ajudam a Emagrecer
Alimentos indicados como diet não são criados para ter menos calorias, mas sim para não conter açúcar. São feitos para diabéticos. É importante que saiba também que, em alguns casos para balancear o sabor, as empresas utilizam outros ingredientes que podem até aumentar a quantidade de calorias. Para a reeducação alimentar o mais indicado é optar por integrais.

25.11.17

NANA NENÉM...

Sem Título-13
Não é apenas “fofo” ver os bebês dormindo. Uma pesquisa apresentada pela Sociedade de Neurociência Cognitiva (CNS), nos Estados Unidos, revelou que os bebês que tiram um cochilinho conseguem aprender novas habilidades e têm maior facilidade em reter conhecimentos. Uma das autoras do estudo informou que o sono não é apenas um mecanismo fisiológico, ele é também fundamental para formação de memórias duradouras.
A pesquisa mostrou que os pequeninos que repousaram após estudar novos conhecimentos sobre linguagem conseguiram aplicar essas estruturas em outras frases. Os cientistas recomendam que um bebê durma de 12 a 14 horas por dia. Uma criança maior já pode se adequar à uma média “adulta” de 8 a 10 horas.
Nana, neném...
Mas pediatras afirmam que quanto mais as crianças dormem melhor para o desenvolvimento imunológico, neurológico e cognitivo. E o erro da privação do sono é recorrente entre os pais. Especialistas garantem que esse pode ser um dos piores enganos que pode se cometer.
Outro erro frequente está relacionado aos “preparativos” para o sono. A maioria das pessoas pensa que essa etapa só começa à noite. Na verdade, o horário mais adequado para que se inicie o relaxamento é por volta das 16h, 17h. Mas o que acontece na realidade é que o pai chega e quer brincar com o filho, assistir TV, jogar videogame, passear… é um momento inoportuno, já que a criança vai se agitar, fazendo com que isso influencie para que ele tenha um sono afetado.
Tente cooperar para que o sono seja um excelente auxiliar para a saúde e o desenvolvimento do seu filho. Respeite horários e faça com que o “dormir” ocupe mais tempo na agenda do pequeno, garantindo assim que ele tenha excelentes desempenhos em todas as dimensões da vida.

18.11.17

VITAMINA D E OUTROS NO TRATAMENTO DA ASMA


Se você apresenta os seguintes sintomas abaixo, seu quadro clínico pode ser a ASMA. A asma afeta cerca de 20 milhões de americanos aumentou em mais do que 300% durante os últimos 20 anos. Os sintomas são:
• Aperto no peito
• Falta de ar (dispneia)
• Chiado
• tosse
A tosse é frequentemente um sintoma desconsiderado em asma, no entanto, é um dos sintomas ocultos por isso se você sofre de crises inexplicáveis de tosse, você deve considerar isso relacionado à asma.
Os perigos de tratamentos convencionais para asma
O tratamento convencional para asma normalmente consiste de um bronco dilatador não esteroide - um agente anti-inflamatório sob uma inalação. Isso faz com que as células do músculo liso dos pulmões possam relaxar abrindo mais as vias respiratórias. Geralmente se esse procedimento não resolver o próximo passo é tipicamente um esteroide inalado, que é um agente anti - inflamatório extremamente potente. A razão pela qual esses tipos de intervenção agressivos são prescritos, é justamente por que o quadro asmático é muito sério e pode ser fatal.
Infelizmente as abordagens convencionais possuem muitos efeitos colaterais!
Além de efeitos colaterais locais o efeito colateral mais comum normalmente não é apreciado, provocado por broncodilatadores não-esteróides, colocando em dobro o risco de um ataque cardíaco.  Os Esteroides, podem sim ajudar a reduzir a inflamação nos pulmões, são repletas de efeitos secundários graves, tais como:
• As doenças cardiovasculares 
• Crescimento prejudicada do corpo e órgãos internos (incluindo o cérebro )
• Infecções 
• Cataratas 
• Osteoporose 
• Diabetes 
• O ganho de peso 
• A pressão arterial elevada, e uma variedade de outras condições de doença.

Essas abordagens de drogas agressivas claramente não tratam a causa da asma e pode ser muito perigoso, até mesmo letal. É claro que devemos evitar recorrer a tais medidas se temos um tratamento alternativo de grande eficácia. Felizmente, existem estratégias simples que você pode usar e que vão praticamente eliminar sua necessidade destes medicamentos, pois estudos tem demonstrado grande eficácia em alguns, mais que os esteroides.

Estratégia segura e eficaz para tratar a asma
Embora a asma seja uma doença grave, o tratamento não é tão complicado. Aqui estão algumas estratégias simples básicas que podem ajudar a tratar a raiz do seu problema:
Melhore os seus níveis de vitamina D no sangue 
Sabemos agora que há uma ligação muito forte entre os níveis de vitamina D e asma, uma vez que a vitamina D é o melhor e mais poderoso modulador imunológico. No entanto, não estou sugiro apenas tomar a dose diária recomendada que é de apenas 400 unidades por dia, recomendada na maioria de livros informativos. Suplementos industrializados dentre outros não possuem efeito positivo algum. Você realmente precisa ter certeza de que está recebendo doses que elevem a níveis terapêuticos, o que difere de níveis suficientes apenas. A exposição à luz solar sem protetores solares, consegue adquirir boas doses de vitamina D. Eu venho alertando as pessoas a preocupar-se com os níveis desta vitamina D, que quando ativada torna-se um hormônio natural e um modulador do sistema imune. 
Considere a hipótese da sua higiene - Há uma tendência em nossa cultura moderna de ser obsessivo sobre a limpeza, especialmente em crianças. No entanto isto pode não ser tão saudável quanto se pensava inicialmente! Parece que o indivíduo exposto a infecções bacterianas e virais, comuns na criança, pode fornecer o estímulo para o sistema imunológico prevenir a asma naturalmente até a fase adulta.
Exercício regulares - Exercício (especialmente em ar fresco se você é um asmático) é realmente importante, pois ajuda a moderar os níveis de insulina. A atividade física aumenta sua sensibilidade do receptor de insulina e como resultado, seu corpo produz menos insulina, o que tende a aperfeiçoá-lo. 
Resumindo: melhorar todos os hábitos de vida saudáveis. Você também pode usar testes de alergia para conhecer melhor o seu sistema imunológico. 
Conclusão: Você não concorda que é uma estratégia mais segura e mais sábia para resolver a causa de sua doença, em vez de tratar os sintomas com medicamentos caros, potencialmente perigosos? Se você seguir estas estratégias simples mencionadas acima, você pode praticamente eliminar a sua necessidade de broncodilatadores e esteróides .

Referencias:
[-] Sources and References

11.11.17

O QUE O MOTIVA A PRATICAR ATIVIDADE FÍSICA?

Resultado de imagem para motivação para atividade fisica

Já pensou o que o motiva a praticar exercícios ou mesmo realizar alguma atividade sozinho ou em grupo? Será que são os modelos com seus corpos atléticos e as famosas panicats, com seus abdomens sempre a mostra e bem definidos, ou por motivo mais simples, buscando melhor qualidade de vida para ter uma vida mais saudável através de uma alimentação mais balanceada e exercícios físicos?
Na pior das hipóteses, quando descobrimos que estamos com alguma doença que vai nos privar de ter uma vida normal junto aos nossos familiares e amigos de trabalho e estudo.
Costumo falar que quando praticamos qualquer que seja a modalidade, musculação, treinamento funcional, boxe, aulas de corridas, alongamentos entre outras, o foco dever ser a saúde e a qualidade de vida e como conseqüência teremos um corpo mais definido, bonito e saudável.
A motivação para a prática de atividade física é um tema muito estudado, para personalizá-la de acordo com o gosto de cada um, de maneira a fazer sentido para a saúde e ser prazerosa.
Muitas vezes pessoas querem obter “dicas” para emagrecer, passar em um concurso que tenha prova física ou como fazer para perder aquela famosa barriguinha. Digo o seguinte: tenho 10 dicas que irão motivá-los a iniciar uma atividade física e escolher mudar de vida. A opção agora é sua.

1ª) Prevenir a aquisição de vários tipos de doenças orgânicas (pressão alta, diabetes e outras);

2ª) Melhorar disposição física para as atividades do dia a dia;

3ª) Melhorar força muscular;

4ª) Estética corporal “atlética”;

5ª) Regulação do sono;

6ª) Recuperação mais rápida dos esforços rotineiros;

7ª) Auto imagem positiva;

8ª) Maior autoconfiança; otimismo frente aos desafios;

9ª) Regulação do humor;

10ª) Sentimento frequente de recompensa.

Em linhas gerais explico que, para descobrir o quanto é valioso se exercitar, devemos pensar em três palavras: necessidade, satisfação e auto-realização.

3.11.17

TODOS QUEREM A "FAMOSA DICA"


§  QUEM NÃO GOSTARIA DE RECEBER AQUELA DICA QUE VAI MUDAR O SEU CORPO EM POUCO TEMPO E OBVIAMENTE COM POUCO OU NENHUM ESFORÇO?

§  QUEM NÃO GOSTARIA DE RECEBER UMA MENSAGEM COM O NOME DA PÍLULA MILAGROSA QUE SECA AS GORDURAS DEIXANDO OS “GOMOS” DO ABDÔMEN APARENTES OU O NOME DA PÍLULA QUE DESENVOLVE OS MÚSCULOS RAPIDAMENTE?

§  QUEM NÃO GOSTARIA DE NÃO NECESSITAR DE DIETA E/OU TREINAR INTENSAMENTE?
Bem meus amigos, eu também gostaria de saber o nome da tal pílula...
Assim como muitos profissionais da área da saúde, também recebo e-mails, mensagens via Facebook e Instagram abordando o mesmo tema: A FAMOSA “DICA”, que poderia também ser chamada de “MILAGRE”, resumidamente para 2 objetivos:
1-     Diminuir o % de gordura, em especial da região abdominal e,
2-     Aumentar a massa muscular.
E baseando-me neste fato, esclarecerei abaixo os principais pontos para que tal “MILAGRE” venha se tornar realidade.
Leiam e reflitam:
1-     Todos os resultados estéticos dependem de uma boa saúde física e mental, e esta depende de hábitos de vida saudáveis:
Falando em hábitos, como vão os seus?
Que tal ir trabalhar de bicicleta ou caminhar por todo ou metade do percurso? Seria excelente para queimar gorduras, ativar o coração, e para o meio ambiente, além de ser mais econômico...

Mas a realidade costuma ser mais ou menos assim:
O indivíduo acordar cedo (forçadamente), sair para trabalhar de ônibus, metrô, trem ou carro e, durante o expediente, comer lanches nada saudáveis (salgados, biscoitos, sanduíches, doces...),  almoçar em restaurantes, e ao final do dia, chegar em casa cansado, dar atenção a família (nem todos cumprem este quesito, rs) e dormir. Alguns, felizmente, conseguem encaixar a atividade física antes, durante (no horário de almoço) ou depois do trabalho. Mas que “combustíveis” (alimentos) foram dados ao seu corpo para serem utilizados como energia? Fora a desidratação das células provocada pela quantidade inadequada de água....

E o final de semana? Estes 2 dias para muitos se resumem em dormir, passear (sair para comer e tomar cerveja ou outras bebidas alcoólicas, sem contar os que ainda fumam...) e ficar em casa conectado a internet. E os programas de família ativos como andar de bicicleta, passear nos parques, jogar bola com os filhos por exemplo? O lazer (de preferência ativo), ajuda e MUITO na saúde física e mental, pois alivia o estresse do dia a dia, ativa as articulações, músculos e sistema cardiovascular.

Sobre a alimentação desregrada, que tal levar para o trabalho as próprias refeições feitas em casa de forma saudável? Melhor para a saúde e para o bolso!!!

2-     Treinamento sem dieta adequada ao objetivo leva a manutenção ou regressão dos resultados:
Com exceção dos geneticamente privilegiados, a maioria das pessoas depende de treinamentos e alimentação adequados para atingir seus resultados. Para isso existem profissionais que elaboram treinos de acordo com o objetivo, histórico, condicionamento e capacidade física que são detectados nas avaliações, assim como há aqueles responsáveis pela rotina alimentar elaborada a partir das necessidades exatas (carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais, suplementos, etc...) de cada indivíduo, detectadas através de avaliações e exames... Por isso, treinos e dietas devem ser INDIVIDUAIS;

3-     Treinar no máximo 60 minutos por dia já é o suficiente, tanto para hipertrofia como para o emagrecimento;
Treinar durante muitas horas, gera catabolismo muscular (utilização da massa muscular como energia) e aumenta o risco de lesões. Perder massa muscular NUNCA É SAUDÁVEL, pois a mesma protege ossos e articulações, prevenindo doenças degenerativas e lesões, e quanto mais massa muscular, maior a utilização de gordura pelo organismo, tanto em repouso como durante a atividade física. Para aumentar a massa muscular ou perder gordura, 60 minutos, se estendendo no máximo até 80, são mais que suficientes, já que o fator principal é a dieta, responsável por 70% dos resultados.

4-     Dormir uma BOA NOITE DE SONO DIARIAMENTE:
Esta é uma das mais preciosas DICAS, pois durante o sono, o corpo e a mente se recuperam dos esforços e estresses provocados pelas tarefas do dia a dia. Uma boa noite de sono previne doenças e lesões, já que as articulações se recuperam (um exemplo é a reidratação dos discos intervertebrais) e, no caso dos praticantes ou atletas de musculação, os músculos se desenvolvem, pois os hormônios anabolizantes são liberados durante este período. Mais um benefício é a utilização da gordura como principal fonte de energia.

Espero que estas DICAS tenham ajudado!
Abraços

21.10.17

ESCOVA ELÉTRICA: SAIBA SE VALE A PENA INVESTIR


Cada vez mais escovas elétricas ocupam as prateleiras das farmácias e dos supermercados. Mesmo assim, são as convencionais que costumam parar nas pias da maioria dos brasileiros. Será que, em nome da saúde bucal, chegou a hora de aposentar os modelos comuns e investir na versão movida a pilha ou bateria? Bom, algumas pesquisas já compararam os dois tipos. Uma delas, conduzida na Universidade de Sheffield, na Inglaterra, aponta que as escovas com movimentos automáticos de rotação e oscilação são, sim, mais efetivas para remover a placa bacteriana e reduzir o risco de desenvolver gengivite. Porém, outro experimento, esse assinado por uma equipe do Hospital Frenchay, também no Reino Unido, não chegou a quaisquer evidências de que elas realmente limpam melhor os dentes.
"Ainda falta uma prova clara de que as escovas elétricas sejam mais eficazes em relação às normais", resume a dentista Livia Tenuta, professora da Faculdade de Odontologia de Piracicaba, da Universidade Estadual de Campinas, no interior paulista. "Muitos dos trabalhos científicos disponíveis não cobrem um período de tempo longo o suficiente para avaliar todos os possíveis efeitos dos equipamentos mais modernos", explica o odontologista Fabio Correia Sampaio, docente da Universidade Federal da Paraíba.
Embora não exista um vencedor incontestável nesse duelo, os profissionais já citam alguns benefícios obtidos com as elétricas. "Seus movimentos padronizados, por exemplo, são bem-vindos. A gente nota que, na escovação manual, eles podem variar bastante", observa Livia. "As versões que realizam oscilações e rotações automaticamente chegam a funcionar de modo semelhante à limpeza feita pelo dentista", acrescenta o periodontista Cláudio Mendes Pannuti, professor da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo.
Suas cerdas também levariam certa vantagem. "Por serem diminutas, permitem alcançar partes dos dentes que os tipos tradicionais não conseguem atingir", nota o cirurgião-dentista José Luiz Lucarelli, membro da Academia Americana de Cosmética Oral. Para o odontologista carioca Mário Groisman, mestre em ciências dentais pela Universidade de Lund, na Suécia, as escovas elétricas ainda podem servir como motivação extra para higienizar a boca com mais frequência. "Além disso, elas são especialmente indicadas para pessoas que apresentam incapacidades motoras", avalia.
 Apesar desses pontos a favor, é recomendável conversar com o seu dentista para calcular se, de fato, o investimento em uma escova elétrica trará retorno a você. Mesmo se optar por uma delas, não deixe de buscar orientações sobre como utilizá-la - não, não basta só encostar suas cerdas de qualquer jeito na dentição. "Às vezes, movimentos inadequados podem até causar prejuízos", alerta Sampaio. No final das contas, todos os especialistas concordam que, para manter a boca limpa e protegida, importante mesmo é a forma e a regularidade com que escovamos os dentes e passamos o fio dental. Não há tecnologia capaz de desbancar a adoção desse hábito.
 Apetrechos que fazem a diferença
Determinados modelos elétricos não se limitam a mexer suas cerdas de um jeito padronizado com o apertar de um botão. Hoje em dia, por exemplo, há escovas que vêm acompanhadas de um timer. "Ele mostra o tempo que se deve passar higienizando cada área da boca", destaca Livia Tenuta. Já outras opções conseguem perceber quando você exagera na força da escovada. "Se o indivíduo aplica muita pressão, ela para de funcionar ou reduz sua potência. E isso evita machucados na gengiva", esclarece Cláudio Mendes Pannuti.