29.12.07

ALIMENTOS ANTI-ESTRESSE

Para aliviar os sintomas do estresse, é indicado o consumo de alimentos como vegetais folhosos, laranja e castanha-do-Pará.
Alface: possui lactucina, que atua como calmante.
Espinafre e Brócolis: contem potássio e ácido fólico, que garantem o bom funcionamento do sistema nervoso.
Laranja: relaxante muscular natural, ajuda a combater o estresse e prevenir a fadiga. Possui substâncias hidratantes e é rica em vitamina C, cálcio e vitaminas do Complexo B.
Castanha-do-Pará: melhora sintomas de depressão por conter selênio, um agente anti oxidante.

22.12.07

ÁCIDO FÓLICO VERSUS CÂNCER DE MAMA

Um novíssimo estudo confirma esse efeito do nutriente, mais famoso por prevenir a malformação fetal. Ao longo de quase 10 anos pesquisadores suecos acompanharam cerca de 11000 mulheres na menopausa e notaram que a incidência da doença foi menor entre aquelas com dieta rica em folato, como o ácido fólico também é conhecido. A notícia é animadora.
Ponha no Prato
Os alimentos abaixo contem boas doses de ácido fólico:
  1. Shitake
  2. Brócolis
  3. Tomate
  4. Espinafre
  5. Agrião
  6. Couve
  7. Pitanga
  8. Abacate

8.12.07

O REGIME CERTO PARA VOCÊ

Antes de entrar de "barriga" em qualquer projeto de emagrecimento, é preciso conhecer as opções do mercado, sempre levando em conta o seu objetivo.
Com tantas dietas novas sendo lançadas quase que diariamente, fica difícil escolher qual a mais adequada. Quem necessita de um emagrecimento definitivo tem necessidade de fazer uma reeducação alimentar. Para ajudá-lo nessa empreitada, fique esperta nas diferenças enumeradas sobre os tipos de emagrecimento.
Dietas da Moda
  1. Promovem perda de peso rápida
  2. São restritivas e, muitas vezes, monótonas
  3. Estabelecem metas radicais de emagrecimento, que podem ocasionar o chamado efeito sanfona (famoso engorda e emagrece)
Reeducação Alimentar
  • O emagrecimento ocorre de maneira gradual até chegar ao peso ideal
  • Respeita os gostos individuais e incorpora os alimentos preferidos à dieta de maneira equilibrada
  • Conscientiza a pessoa que emagrecer é um estilo de vida, ou seja, trata-se de um processo de aprendizado e amadurecimento
  • É balanceada e personalizada

1.12.07

INCÔMODO RETORNO

Queimação no estômago é o sinal mais comum da doença do refluxo gastroesofágico que, além de causar transtornos no dia-a-dia, pode trazer várias complicações de saúde.
Refluxo é o termo usado para descrever uma doença chamada de refluxo gastroesofágico, que é o retorno dos alimentos e líquidos ácidos do estômago para o esôfago.
Vários fatores levam a isso. O grande problema que tem aumentado a incidência do refluxo gastroesofágico no mundo é a obesidade, mas qualquer evento que leva ao aumento da pressão intra-abdominal pode causar esse distúrbio, como a gravidez; ascite, que é um acúmulo de líquido dentro do abdômen; pessoas muito obstipadas e que tem de fazer mais força para evacuar, hérnia de hiato e alterações motoras do esôfago ou do esfincter gastroesofágico.
Todo ser humano, em pelo menos 10% do dia, sofre algum grau de refluxo. Isso é uma ocorrência fisiológica normal ao nosso organismo e não uma doença. Hoje, com o aumento da obesidade no mundo, estima-se que 40% da população tenha alguns sintomas do mal.
Normalmente o sintoma é uma sensação de queimação na "boca" do estômago atrás do osso do peito. Mas também pode ser indício da doença uma tosse crônica ou pneumonias, rinites e faringites que se repetem constantemente. Já as pessoas com estenose, que é um estreitamento do esôfago, podem sentir muita dificuldade para engolir líquidos e todos os tipos de alimentos.
A complicação mais comum é a esofagite, que é uma inflamação do esôfago. Quando o refluxo não é tratado, ocorrem úlceras e esôfago de Barrett, que é uma transformação do tecido que reveste o órgão, e já é uma situação pré-maligna e pode, sem o tratamento adequado, progredir para o câncer.
Só com o histórico clínico já é possível avaliar o caso. As complicações do refluxo são investigadas com uma endocospia digestiva alta. Existem, também, outros exames, mas são seletivos, para saber o tamanho da hérnia de hiato, avaliar as pressões do esôfago e medir a qualidade e a intensidade das contrações do órgão.
Uma alimentação equilibrada pode prevenir o problema, e muito. Refeições volumosas, ricas em proteínas e gorduras, que dificultam o esvaziamento gástrico, geralmente favorecem a doença. É preciso evitar alimentos ricos em xantina, como o café, o chá mate e o chocolate, e algumas medicações para asma com esse composto. Além disso, há necessidade de moderar o consumo de molho de tomate, catchup, mostarda, molho de soja e derivados de milho.
Um dos fatores que ocasionam o refluxo é o tabagismo, porque diminui a pressão no interior do esôfago e por isso favorece a passagem de líquido do estômago para aquele órgão. Pessoas que fumam muito apresentam vários sintomas da doença, que só diminuem quando elas abandonam o vício.
O tratamento recomendado é o chamado dietético-postural. A orientação é evitar os alimentos que causam o incômodo; nunca comer e deitar- é preciso aguardar 5 horas depois da refeição- levantar a cabeceira da cama alguns centímetros; perda de peso e não se vestir com roupas apertadas.
A correção do refluxo gastroesofágico é uma cirurgia feita normalmente por laparoscopia e somente é indicada nos casos de complicação da doença, quando o paciente já tem úlceras ou esôfago de Barrett. Também é uma solução indicada em situações em que o paciente tem intratabilidade clínica. Isso acontece quando a pessoa segue o tratamento à risca controlando a alimentação e não melhora ou quando a doença volta assim que o paciente pára o tratamento.
A cura depende do grau em que o distúrbio se apresenta. Se for leve e o paciente mantiver os cuidados posturais e alimentares, a princípio vai alcançar a cura. Os casos cirúrgicos têm um índice de sucesso em relação à qualidade de vida em quase 95%. No entanto, tudo depende do paciente, por exemplo: se ele é submetido à cirurgia e depois engorda 20 Kg ou se alimenta desregradamente, a longo prazo, todos os sintomas tendem a voltar.
Os exercícios são fundamentais para qualquer pessoa, principalmente para aquelas que precisam perder peso e com isso eliminar a doença de refluxo.

24.11.07

TROFOLOGIA

Trofologia é a ciência que nos ensina a cultivar ou restabelecer a saúde mediante uma alimentação adequada às necessidades do nosso corpo. Saber alimentar-se é condição indispensável para conservar e também recuperar a saúde. Com efeito, todas as funções orgânicas dependem da qualidade do sangue e, sendo este um produto da nutrição geral e especialmente da digestão, os alimentos adequados produzem sangue puro com tecidos e órgãos sãos, ao passo que a alimentação inadequada contamina o sangue e altera as funções orgânicas.
O nosso corpo é dependente da qualidade dos alimentos que o nutrem e o mantém. Assim um sangue nutrido por frutas cruas será mais fluido, vitalizado e alcalino, isento de matérias ácidas, pois as frutas mais ácidas, produzem reação alcalina no sangue. O sangue, no entanto, torna-se impuro devido às fermentações pútricas do intestino.
Digerir alimentos bons é formar sangue bom. Por isso que uma digestão normal é fonte de sangue puro.
As más combinações alimentares produzem manifestações desequilibradas de gases e envenenamento do sangue. Muitas vezes a pessoa nada sente, mas seu sangue impuro produzirá, em algum momento, o aparecimento de doenças, geralmente crônicas, ligadas ao fígado, intestinos, pulmões, coração e pele.
Os alimentos tendem a produzir temperaturas térmicas no aparelho digestivo. Alguns alimentos o refrescam e outros o tornam febril.
Os alimentos que refrescam, geralmente são os que se comem crus, no seu estado natural, como frutas, oleaginosas, talos, folhas verdes e algumas raízes como nabo, beterraba, etc...
A maioria dos alimentos cozidos, exigem prolongado esforço digestivo e congestiona as mucosas estomacais, elevando assim a sua temperatura. Essa febre interna se agrava quando se ingere com alimentação cadavérica (carnes em geral), bebidas alcoólicas, gasosas e condimentos picantes (catchup, mostarda, etc...)

Alimentos recomendados para uma boa digestão e longevidade:
  • Frutas frescas como morangos (eliminam o ácido úrico, aliviam a "gota" e promovem a manutenção das articulações), pêssegos (ajudam a purificar o sangue e a tonificar todo o organismo), ameixas pretas ou amarelas (tem propriedade laxativa), melões (ajudam o intestino na evacuação, ajudam os rins), melancias (ajudam os rins)
  • Oleaginosas como azeitonas, castanhas diversas (eliminam do nosso corpo todas as toxinas e nos tornam imunizados contra muitos venenos alimentares [radicais livres, por exemplo])
  • Folhas verdes como couve, alface, repolho, alcachofra, couve-flor, acelga, espinafre, aipo
  • Raízes como nabo, cenoura, batata doce, cebola, alho, aspargo
  • Alimentos com grãos verdes como ervilhas, feijões, lentilhas, favas
  • Cereais com propriedades fibrosas como trigo, milho, aveia, centeio

17.11.07

O PAPEL DA ALIMENTAÇÃO NO CLIMATÉRIO

A alimentação deve sofrer uma redução de 200 a 400 calorias diárias, devendo ser pobre em gorduras e açúcares, e rica em frutas, vegetais, fibras e grãos. A ingestão de cálcio e vitamina D é fundamental . O magnésio, que também ajuda a complementar a dieta, pode ser encontrado nos cereais de trigo integral, castanhas, iogurte, vegetais verdes e legumes. Bebidas como café, chá, colas e outros refrigerantes devem ser evitadas ao máximo, assim como bebidas alcoólicas. Evite também alimentos ricos em sódio.
Outras recomendações
Evitar fumar e praticar regularmente exercício físico ajuda a manter o peso. Além de reduzir a pressão arterial e prevenir o aparecimento da osteoporose e de doenças cardiovasculares. A glicemia, os níveis de colesterol, triglicérides e pressão arterial, devem ser controlados regularmente. Algumas técnicas de relaxamento e meditação ajudam a ultrapassar melhor os sintomas carcterísticos da menopausa.

10.11.07

OS BENEFÍCIOS DO SELÊNIO

A vitamina E e o selênio são sinérgicos. Isso significa que o uso dos 2 juntos é mais eficaz do que a soma dos efeitos de cada um separadamente.
Tanto a vitamina E como o selênio são antioxidantes e evitam ou, pelo menos, reduzem o envelhecimento e o endurecimento dos tecidos pela oxidação.
Parece que os homens precisam mais de selênio. Quase a metade do suprimento de seu organismo está concentrada nos testículos e em partes do duto seminal adjacente à próstata. Eles também perdem selênio ao expelir o sêmen.
Ainda não foi estabelecida uma dosagem oficial, mas em geral toma-se 50 mcg a 200 mcg.

O que ele pode fazer por você:
  1. Ajudar a manter a elasticidade dos tecidos
  2. Aliviar as ondas de calor e os incômodos menstruais
  3. Ajudar no tratamento e na prevenção da caspa
  4. Possivelmente, neutralizar certos cancerígenos e proporcionar proteção contra alguns tipos de câncer
A deficiência de selênio causa perda prematura de energia.
Melhores fontes naturais:
  • Castanha do Pará
  • Germe de trigo
  • Farelo de trigo
  • Cebola
  • Tomate
  • Brócolis

3.11.07

O SONO E A BELEZA

Sono traz beleza para homens e mulheres. Levantar disposto e com as energias refeitas é algo que deixa a sensação de bem estar em qualquer pessoa. Para isso, uma boa noite de sono e descanso torna-se fundamental. É o prazer de dormir as horas necessárias exigidas pelo organismo, já que determinadas pessoas precisam de mais e outras de menos tempo de sono para sentirem-se bem. Mas, com certeza, não é só por prazer que é preciso dormir. O sono é um estado fisiológico e, portanto, necessário para o bom funcionamento do organismo. Ao mesmo tempo que as células são restauradas durante o sono, alguns hormônios- entre eles o do crescimento- são liberados neste período. Diante disso, não é difícil concluir que o sono traz benefícios para a beleza de homens e mulheres. Ao deixar de dormir, a pessoa apresenta expressão de cansaço e irritabilidade. Isso porque todo o organismo foi forçado a gastar uma energia que não conseguiu repor. Além destas consequências, surgem as indesejadas olheiras e a aparência ruim.
Atenção aos Sinais
Prestar atenção aos sinais de cansaço do organismo é algo saudável. Produzimos um hormônio chamado melatonina, considerado sinalizador do sono. Ele é produzido no final do dia. Através dele sabe-se que é hora de descansar e é muito bom respeitar este ritmo natural do organismo. Muitas vezes, uma simples cochilada ajuda bastante.
Está provado cientificamente que uma pessoa que consegue dormir cerca de 15 minutos durante o dia, ou dar a famosa cochilada, acorda com melhor aparência e maior facilidade para desenvolver trabalhos intelectuais.
Cuidados Básicos
Alguns cuidados podem ser tomados para facilitar um sono tranquilo e relaxante:
  • Evitar banhos muito quentes, pois atrapalha a circulação e o organismo demora para retomar seu equilíbrio, dificultando o sono.
  • Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas ou que contenham cafeína (café, chá mate, chá preto e coca-cola, por exemplo) e cigarro.
  • Fazer a última refeição pelo menos 3 horas antes de dormir.
  • Manter o quarto arejado.
  • Tornar a casa em um ambiente tranquilo.
  • Se possível, fazer uso de massagem antes de dormir.
Fitoterapia
Recomenda-se tomar 1/2 copo de chá de valeriana ou mulungu à noite. Ferver duas colheres (de sopa) da erva em 1 copo de água, por 5 minutos e apagar o fogo. Deixar descansar por mais 5 minutos, coar e tomar ainda morno.

27.10.07

QUAIS AS MELHORES AULAS DE ACADEMIA PARA PREPARAR O CORPO PARA O VERÃO?

Existem inúmeras modalidades que podem ajudá-lo a ficar em forma para arrasar no verão. A escolha da mais adequada vai depender exclusivamente da sua necessidade- se é queima de gordura ou enrijecimento muscular. Veja abaixo as indicações para cada um desses casos:
Se a sua meta é ganhar um corpo durinho e definido, as opções são: boxe, body combat, musculação, body pump ou pilates.
Se a sua meta é secar as gordurinhas, as opções são: spinning, corrida, natação ou hidroginástica.

20.10.07

VITAMINA B1 (TIAMINA)

Facilita a absorção de glicídios (açúcar), faz parte de reações importantes para o funcionamento dos músculos e do cérebro.
Principais fontes: legumes, leite, cereais e levedura.
Dose dária recomendada: de 1,3 a 1,5 miligramos.
Inimigos: álcool, alguns antibióticos e calor.
A deficiência causa: beribéri (carência de vitamina B1), atrofia muscular, fadiga e perda de peso.
Efeitos tóxicos e quando ocorrem: insônia e dor de cabeça, com doses acima de 3,8 miligramos.

12.10.07

VITAMINA A

Forma pigmentos que adaptam a visão ao escuro, mantém os tecidos e regula certas glândulas como as lacrimais, fortalece a parede das células prevenindo infecções.
Principais fontes: ovo, leite, cenoura, legumes de cor verde-escuro ou alaranjada, queijo, nata. Geralmente em forma de precursores: pimentão, alface, agrião, abóbora, beterraba, tomate, espinafre, couve, manga, mamão, banana e vegetais de cores vermelha e amarela.
Dose diária recomendada: 5000 UI para homens e 4000 UI (uma cenoura) para mulheres.
Inimigos: álcool, óleo mineral, desidratação, calor, destruição gradual pela exposição ao ar.
A deficiência causa: cegueira noturna, lesões cutâneas como pele áspera e mucosa seca, distúrbios oculares: xeroftalmia (secura da conjuntiva), queratomalácia (ulceração da córnea), dificuldade de adaptação visual e fotofobia.
Efeitos tóxicos e quando ocorrem: dores de cabeça, enjôo e fadiga, em doses 10 vezes maiores que as recomendadas; as mulheres não podem tomar vitamina A nas primeiras 6 semanas de gravidez.
Nome químico: Retinol.
Observações: lipossolúvel.
Funções:
  • Favorece o crescimento normal
  • Protege a visão e participa da formação da retina
  • Protege os epitélios
  • Participa do metabolismo dos corticóides, colesterol e hormônios sexuais. Aumenta a resistências às infecções- efeito indireto devido à proteção da pele e mucosas.
  • Estimula a formação da dentina e do esmalte.

6.10.07

AS FONTES ALIMENTARES DO CÁLCIO

O cálcio está presente nas folhas verde-escuro (especialmente na folha de nabo, brócolis, mandioca, couve e mostarda), amêndoas, nozes, castanha-do-Pará, sementes de abóbora, gergelim e girassol, tâmara, figos e damascos secos, alcachofra, acelga, agrião, alfafa, aipo, repolho, couve-flor, folhas de batata-doce, quinoa, semente de papoula, salsa, cenoura, germe de trigo, chicória, feijões brancos e vagens, lentilhas, ervilhas, soja e derivados (tofu, tempeh, etc), centeio, farinha integral, aveia, melado, algas marinhas, agar-agar, flores de abóbora e ervilhas frescas como a vagem.

29.9.07

VEGETARIANISMO NA PELE

Exposição ao sol sem a devida proteção, histórico familiar e consumo de carne e alimentos gordurosos são fatores que, quando somados, aumentam as chances de desenvolver câncer de pele. Isso foi o que concluiu um estudo do Instituto de Pesquisas Médicas de Queensland, na Austrália, publicado no American Journal of Clinical Nutrition.
O grupo de pesquisadores analisou a alimentação em 10 anos. Para a realização do estudo, os cientistas observaram os principais componentes de 38 grupos de alimentos e identificaram 2 grupos de dieta: a primeira, com grande ingestão de gordura e carne, e uma segunda, rica em frutas, legumes e verduras. Os médicos levaram em consideração ainda a cor da pele de seus pesquisados, o total de horas que ficavam expostos ao sol e os riscos de desenvolvimento de tumores, devido ao histórico familiar.
Ao final da pesquisa, Dr. Ibiebele e sua equipe constatam que uma dieta rica em verduras, legumes e frutas diminui em 54% as chances de uma pessoa desenvolver o câncer de pele do tipo SCC (Squamous Cell Carninoma). Segundo o dermatologista Dr. Eugênio Pimentel, chefe do ambulatório de dermatologia do Hospital das Clínicas, em São Paulo, esse é o segundo tipo de câncer de pele mais comum e ataca as camadas mais externas da pele.

22.9.07

... PARA EVITAR OS EXCESSOS QUE ENGORDAM NO FIM DE SEMANA

Sábado e domingo são sinônimo de quebra de rotina. Mas fique sempre atento para não perder o controle da situação e acumular vários quilos em apenas 2 dias!
  1. Cantina italiana- Como desprezar o convite para degustar as especialidades daquele famoso restaurante napolitano? Não dá, mas é possível escolher, entre as opções, uma massa com molho de tomates, mas sem exagerar no queijo!
  2. Dia da pizza- Em vez de se entregar aos prazeres de duas fatias do tipo 4 queijos ou calabresa, use a inteligência e opte por 2 pedaços de escarola ou rúcula. Com essas opções dá para economizar muitas calorias.
  3. Festa de arromba- Numa comemoração nada é proibido. Experimente de tudo um pouco, mas lembre-se que provar é diferente de "devorar o que estiver na sua frente." Para evitar problemas, antes de sair de casa, coma uma fruta ou uma barrinha de cereais. Assim, não irá atacar o que vier pela frente.
  4. Lazer leve- Dar umas braçadas na piscina com os amigos é um opção muito saudável mas tudo sempre acaba no barzinho do clube... Antes de se deliciar com as bebidinhas alcoólicas e açucaradas, lembre-se de quanto custou perder alguns centímetro e prefira um suco sem açúcar.
  5. Churrasco alternativo- Quando o pessoal quiser fazer uma picanha na brasa, coloque na grelha, tomate, cebola ou abacaxi. Você vai ingerir as fibras e a quantidade de calorias diminui.
  6. Marcha lenta- Coma devagar. Mastigue muito bem cada garfada. Assim, a mensagem de saciedade chega mais rápido ao cérebro com menos comida consumida.
  7. Dia de folga- Aproveite o descanso da academia e passeie com o cachorro, brinque com as crianças, vá a pé até a padaria ou banca de jornal. Além de divertidos, esses exercícios deixarão você com pique para começar a semana.
  8. Almoço de domingo- A família reunida e um verdadeiro desfile de pratos tentadores. Para não deixar ninguém frustrado, saboreie uma imensa salada verde e depois prove um pedacinho das iguarias.

16.9.07

PRATO CHEIO DE VEGETAIS

É disso que você precisa para blindar o intestino. Entre aqueles que comem mais de duas porções de vegetais por dia, o risco de problemas como o tumor de cólon diminui em 26%. Segundo os pesquisadores, um trio de substâncias está por trás do benefício (confira quais logo abaixo). Para aumentar a proteção, sugere-se reduzir também o consumo de gordura saturada, presente sobretudo na carne vermelha.
Flavonóides
Esse grupo, famoso por proteger as membranas das células de danos capazes de torná-las malignas, aparece na soja. na cebola, no tomate e em frutas como a uva e a cereja.
Ácido Fólico
É uma vitamina do complexo B encontrada nos brócolis, na rúcula e no espinafre, entre outros. Também evita danos celulares.
Carotenóides
Trata-se da família de substâncias que, além de tingir vegetais, defende nossas células contra a ação de radicais livres. Alimentos como a cenoura, a abóbora, o pimentão e a alface oferecem boas doses.

7.9.07

ARTERIOSCLEROSE

Sintomas
As paredes das artérias em geral engrossam, com a idade. Contribuem para isso intoxicações diversas, vida sedentária e pouco saudável.
Evolução e Complicações
Este estado deve ser tratado logo, sob pena de surgirem complicações, tais como uremia, hipertensão arterial (pressão alta), angina do peito e gangrena das extremidades.
Tratamentos
Impõe-se absolutamente uma visita ao médico quando se manifestam os sintomas acima.
Os tratamentos indicados abaixo terão sobretudo caráter preventivo.
Fitoterapia
  • Alcachofra (folhas)- decocção de 50g por litro; ferver 10 minutos; tomar 3 xícaras ao dia, fora das refeições.
  • Alho (bulbos)- deixar macerar 25g de alho picado em 100g de suco de uva, durante 15 dias; tomar todos os dias 20 a 30 gotas desta preparação.
  • Cebola (bulbo fresco)- deixar macerar, durante uma semana, 1/2kg de cebolas em 1 litro de suco de uva; filtrar; juntar 100g de mel e tomar 2 copos ao dia.
Balneoterapia
  • Duas vezes por semana, tomar meio banho frio de 30 segundos.
  • A cada 2 dias, banhar os braços com água fria durante 2 minutos.
  • A cada duas noites, banhar os pés com água fria durante 3 minutos.
Ergoterapia
Caminhada e exercícios físicos moderados e regulares. Praticar Pilates.
Climatoterapia
Viver em clima sereno, de planície. Evitar a altitude e a beira-mar.
Dieta
Evitar gorduras e alimentos ricos em colesterol (ovos, miúdos, conservas). Aconselha-se alimentação moderada, sem excessos. Evitar o uso de álcool e do tabaco. Beber muita água, pois tem propriedade diurética, principalmente pela manhã, em jejum.

1.9.07

ANTRAZ

Sintomas
Série e furúnculos purulentos acompanhados por febre e por distúrbios digestivos. A pele fica quente, vermelha, edemaciada (inchada) e dolorida.
Evolução e Complicações
A pele se ulcera, ficando semelhante a uma espumadeira e solta pus sanguinolento.
Atenção
O antraz é contagioso e, muitas vezes, é sinal de diabetes.
Balneoterapia
Fazer banhos locais de vapor.
Dieta
Regime alimentar hipotóxico (suspender carnes vermelhas, miúdos, gorduras, açúcar, álcool e tabaco).
Tomar levedo de cerveja.
Diversos
Cataplasmas de argila quente, aplicadas no local.

25.8.07

DORMIR MAL, ENGORDA!

Sono ruim pode ter vários significados: de depressão a ansiedade. E, claro, atrapalha o quesito emagrecimento.
Uma noite maldormida pode ter efeitos sobre os hormônios do apetite, avisam pesquisadores. Uma equipe da Escola de Saúde Pública Mailman e do Centro de Pesquisas sobre Obesidade, ambos da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, analisou informações de 18.000 voluntários, de 32 a 59 anos para um estudo nacional sobre nutrição. O estudo mostrou que quanto menos dorme, mais a pessoa tem probabilidade de se tornar obesa.
A pesquisa considerou fatores como depressão, atividae física, nível de educação, etnia, idade e gênero. Concluiu que as pessoas que dormem menos de 4 horas por noite tem 73% de chance de ganhar peso. Já aquelas que dormem 5 horas por noite ainda tem 50% mais posiblidade de se tornar obesas do que as pessoas que desfrutam de 8 horas de bom sono.

18.8.07

FRUTAS E VEGETAIS CONTRA CÂNCER DE MAMA

Pesquisadores do Instituto Catalão de Oncologia, na Espanha, realizada com mais de 40 mil voluntários, concluíram que comer frutas e vegetais diariamente pode reduzir em até 30% os riscos de morte por câncer, doenças cardiovasculares e obesidade. Durante 10 anos, eles observaram os hábitos de consumo dos participantes e chegaram à conclusão de que há uma relação direta entre o maior consumo de vegetais e frutas e a queda da mortalidade.

11.8.07

EXISTEM TRATAMENTOS CASEIROS PARA CELULITE?

Não. Mas algumas medidas simples podem melhorar a aparência dos furinhos que tem grau I (aqueles que só aparecem quando apertamos a pele) e grau II (que possuem o aspecto de casca de laranja). O primeiro passo é melhorar a alimentação, eliminando refrigerantes e doces e reduzindo o sal. Beber 2 litros de água por dia também ajuda. Exercícios aeróbicos como pular corda, caminhar e correr, também são essenciais. Os cosméticos ajudam a alisar a pele por conterem na sua fórmula substâncias que ativam a circulação, como extrato de algas.

28.7.07

SE EU CAMINHAR RÁPIDO VOU QUEIMAR TANTAS CALORIAS QUANTO CORRENDO?

O gasto calórico está relacionado ao volume e à intensidade do treino. Em uma hora de caminhada, você pode queimar a mesma quantidade de calorias do que em 30 minutos de corrida: tudo vai depender da velocidade de cada exercício. De qualquer modo, para tempos iguais, a corrida gastará mais energia do que a caminhada- pois quanto mais intenso o exercício, maior o gasto calórico.

6.7.07

É PRECISO AUMENTAR O CONSUMO DE FERRO ANTES DE UMA CORRIDA?

A prática de exercícos intensos pode levar a uma condição chamada anemia induzida pela atividade. Essa situação é o resultado à redução da concentração de hemoglobina (proteína que apresenta ferro na sua composição) no sangue devido ao aumento do volume plasmático durante a prática do esporte, e não devido à diminuição de hemoglobina. Essa é uma condição temporária que volta ao normal ao fim da prática do exercício. Sendo assim você não precisa se preocupar em ingerir mais ferro antes da corrida. Basta que você ingira alimentos-fonte desse mineral diariamente nas refeições como parte de uma alimentação variada para evitar a sua carência. Alimento que não pode faltar em sua mesa: feijão.

30.6.07

BENEFÍCIOS DO CHUCHU

Representa importante fonte de minerais como ferro, magnésio, potássio, fósforo e cálcio. Possui alto teor de fibras.
Ainda que muitos o considerem como um legume, o chuchu é o fruto de uma trepadeira da família das curcubitáceas, originárias do México e da América Central. Ele é um dos alimentos mais comuns na mesa dos brasileiros, embora seu sabor não seja dos mais marcantes. Mas talvez seja esse o seu principal atrativo, pois ele absorve com muita facilidade o gosto de outros alimentos e, raramente é preparado sozinho.
Entretanto, as propriedades do chuchu não devem ser desprezadas. Ele é rico em fibras, o que faz com que desempenhe um importante papel no funcionamento dos intestinos e é uma fonte significativa de ferro, magnésio, potássio, fósforo e cálcio. Em menor proporção, o chuchu possui uma pequena quantidade de vitaminas do complexo B e um pequeno teor de vitamina C.
Se for cozido sem sal, o chuchu é recomendado para o tratamento da pressão arterial alta e tem efeitos diuréticos. Os brotos da planta refogados auxiliam no combate à carência da vitaminas C e do complexo B.

23.6.07

SEDENTARISMO

O sedentarismo está entre uma das 10 maiores causas de morte no mundo, entre adultos, por isso é importante pensarmos seriamente sobre este asunto. Exercícios como subir escada em vez de utilizar elevador, ir caminhando para o trabalho, pedalar no fim do dia, estimulam o bem estar físico e mental. Contribuem para a redução de 50% no risco de males ligados ao sedentarismo, como infarto, diabete e obesidade além de reduzir substancialmente a incidência de hipertensão, estresse e depressão. A idéia de que sedentário é quem não está treinando forte numa academia é errada, basta um pouco de incentivo e determinação para que a melhora da sáude e a prevenção de doenças comece a acontecer. Como se vê, não praticar atividades físicas tem um peso enorme na incidência de doenças cardiovasculares, porque interfere em todos os outros fatores de risco.
Benefícios da prática de atividades físicas regulares:
  • Aumento da eficiência cardíaca e pulmonar
  • Melhora do nível de colesterol
  • Diminuição da pressão sanguínea
  • Eficiente redução de peso corpóreo
  • Ossos mais fortes
  • Pele saudável
  • Vida mais longa
  • Aumento de desempenho
  • Atitudes mais positivas
  • Melhora da concentração
  • Melhor auto-estima
  • Redução da ansiedade
Quantos benefícios, não é mesmo? Vale muito a pena investir. Acredite!
Lembre-se, "ANTES TARDE DO QUE MAIS TARDE."

26.5.07

OUVIDO ENFUMAÇADO

Depois de todo mundo saber, com certeza, que o coração, pulmões, estômago e praticamente todos os órgãos do corpo são afetados pelo tabaco, chegou a vez dos ouvidos. Um levantamento epidemiológico realizado pela Universidade de Wisconsin (EUA) mostrou que os fumantes tem o dobro de chances de perder a audição na terceira idade, comparados a quem não fuma. Dizem os cientistas que, uma vez inaladas, as substâncias do cigarro reduzem a circulação sanguínea no ouvido, e afetam as células especializadas na captação dos sons.

12.5.07

MASSAGEM AJUDA NA CÓLICA

O simples fato de cruzar as pernas, sentar sobre elas ou a má postura podem, muitas vezes, gerar as cólicas. Esse tipo de posição faz com que o sangue deixe de circular corretamente no útero, causando as dores. Para amenizar aconselha-se a massagem, que é feita na região lombar, com objetivo de melhorar as circulação. Algumas dicas:
  1. Deixe as costas eretas, distribuindo o peso nos dois lados do corpo.
  2. Sente com o quadril totalmente encostado na cadeira.
  3. Evite ao máximo cruzar as pernas.

5.5.07

OPÇÃO SAUDÁVEL

Hábitos saudáveis de alimentação são construídos na infância. Mas para ter mais saúde, todo mundo pode fazer alguma coisa por si mesmo em qualquer tempo. No lugar de salgadinhos e batata frita, por exemplo, é melhor usar castanha-do-pará e de caju, nozes, amêndoas ou pistache. Além de ricos em anti-oxidantes, vitaminas e sais minerias, esses aliemtos protegem o coração, aumentam a imunidade e o bom colesterol, além de contibuir para a beleza da pele e dos cabelos.

21.4.07

DE NOVO! DE NOVO!

Quem tem filho entre 3 e 5 anos logo descobre que será de contar a mesma história noite após noite, rever um filme infinitas vezes e repetir uma brincadeira ou música até cansar. Toda criança passa por isso, pois não consegue, de uma só vez, captar e processar todos os elementos de um enredo. É comum que os pequenos elejam uma única trama como a predileta. Na fantasia, eles identificam as situações retratadas com acontecimentos que já vivenciaram mas não conseguem expressar. O adulto precisa respeitar essa fase.

14.4.07

SUCO DE LARANJA = ASSADURA?

O desmame e o aparecimento de assaduras pode não ser mera coincidência: talvez o problema seja causado pela introdução de alimentos cítricos na dieta do bebê. Há casos em que o consumo excessivo altera o pH da urina. Às vezes, ocorre ainda uma intolerância passageira devido à imaturidade do trato digestivo. Ofereça separadamente cada novo ingrediente e aguarde até 4 dias para observar as reações. Mas atenção: os cítricos são uma fonte importante de vitamina C. Se excluí-los da dieta, compense com hortaliças de folhas escuras e beterraba, ricas nesse nutriente e menos ácidas.

7.4.07

ASPECTOS NUTRICIONAIS- SAÚDE DA MULHER

A fisiologia da mulher gera necessidades nutricionais especiíficas, que vão além da demanda básica de calorias e e nutrientes globais. Frequentemente, a mulher combina duas atividades exigentes: a vida profissional e a responsabilidade da casa. O estilo de vida tem seu papel em manter a saúde e aliviar sintomas perimenstruais.
A pressão social em termos de auto-imagem corporal é muito forte, e o controle de peso, incluindo dietas para emagrecimento, é frequentemente uma preocupação diária. A atividade física faz parte do estilo de vida saudável e é altamente recomendada para aliviar a maioria dos riscos de saúde específicos das mulheres: excesso de peso, osteoporose, doenças neoplásicas e cardiovasculares.
Saúde óssea
A saúde óssea é de enorme importância para todas as pessoas, mulheres e homens. Diferenças hormonais a tornam especialmente importante para as mulheres.
EVOLUÇÃO DA QUALIDADE ÓSSEA AO LONGO DA VIDA
O osso serve como uma estrutura para o corpo, como proteção dos órgãos vitais e como uma reserva metabólica de cálcio, fosfato e outros minerais em períodos de deficiência mineral. A massa óssea evolui ao longo da vida e é regulada por meio de mecanismos genéticos, mecânicos e hormonais. A aquisição mineral óssea acontece durante infância, e o pico de massa óssea é alcançado em torno dos 20 anos de idade. Enquanto o pico de masssa óssea é determinado em grande parte geneticamente (80%), fatores ambientais adicionais como nutrição e exercício físico, desempenham um papel importante. Posteriormente, em especial em torno da menopausa, ou entre os idosos, a qualidade óssea fica comprometida devido a um maior turnover ósseo, perda gradual da massa óssea, microarquitetura, estrutura e força, que levam a uma menor qualidade óssea global e ao risco de desenvolvimento de osteoporose.
REGULAÇÃO DO METABOLISMO E TURNOVER ÓSSEO
O osso é um tecido metabolicamente ativo. Pelo menos 3 órgãos são importantes na modulação do metabolismo ósseo: o intestino (absorção de cálcio), o rim (retenção de cálcio) e o próprio osso (remodelagem óssea).
Mecanismos homeostáticos, reguladores, que envolvem vitamina D, hormônio paratireoidiano e calcitonina, mantém constante o nível de cálcio no sangue para provisão adequada de todos os tecidos. Quando o cálcio sanguíneo cai abaixo de um nível crítico, o cálcio é mobilizado do reservatório ósseo pela ação da vitamina D e do hormônio paratireoidiano. Perda excessiva de cálcio do osso resulta em redução de massa e fragilização da microarquitetura óssea.
O turnover óseo é regulado em nível celualr pelo processo de remodelagem óssea. Muitas células estão presentes na medula óssea e na matriz óssea. Sua interação e regulação coordenadas são essenciais para construir e manter a massa e a microarquitetura óssea. O ossso é constantemente formado e reabsorvido nas chamadas unidades de remodelagem óssea, que envolvem as células que formam o osso (osteoblastos) e as células queo reabsorvem (osteoclastos). Durante o crescimento, a formação óssea suplanta a reabsorção, ao passo que, com a idade, e particularmente em torno da menopausa, a reabsorção óssea suplanta a formação, levando à redução da massa óssea e à fragilidade da sua microarquitetura.
OSTEOPOROSE
Como resumido pela International Osteoporosis Foundation a osteoporose é uma doença óssea silenciosa, caracterizada por baixa densidade óssea e deterioração da microarquitetura do tecido ósseo, que leva à fragilidade óssea e ao aumento da suscetibilidade a fraturas. Mundialmente, calcula-se que uma em cada 23 mulheres acima de 50 anos é afetada pela osteoporose. Até o ano 2050, calcula-se que uma de cada duas fraturas de quadril devidas à osteoporose acontecerá na Ásia e na América Latina. O custo direto anual de tratar fraturas osteoporóticas (ocorridas no ambiente de trabalho) apenas nos Estados Unidos, Canadá e Europa é calculado em aproximadamente US$ 48 bilhões.
Muitos fatores podem levar ao desenvolvimento de osteoporose, incluindo pico insuficiente de massa óssea alcançado durante a infância, perda óssea excessiva causada por depleção de estrógeno na menopausa, imobilização e insuficiência nutricional. A osteoporose pode até certo ponto, ser prevenida, pode ser diagnosticada facilmente, e tratamentos efetivos estão disponíveis.
A nutrição tem um papel essencial na prevenção da osteoporose. A este respeito, vários períodos são críticos na vida de uma mulher.
OS PERÍODOS CRÍTICOS DA VIDA DA MULHR COM RESPEITO À SAÚDE ÓSSEA SÃO:
Infância e puberdade
  • Para atingir o pico de massa óssea, é necessária ingestão nutricional adequada de micronutrientes ósseos.
Gravidez e lactação
  • Ingestão nutricional adequada de micronutrientes ósseos.
Menopausa
  • O estrógeno tem papel crítico na saúde óssea. Na menopausa, as mulheres sofrem uma taxa acelerada de perda óssea. Na década seguinte, isto responde por perdas ósseas trabeculares de 20 a 30% e perdas ósseas corticais de 5 a 10%. A ausência de estrógeno aumenta o turnover ósseo: a taxa de reabsorção óssea ultrapassa a de formação, resultando em perda óssea.
Velhice
  • Fragilidade óssea, talvez já osteoporótica: a recuperação após uma fratura requer micronutrientes e proteína.
ABORDAGEM NUTRICIONAL PARA FORMAÇÃO E MANUTENÇÃO ÓSSEA
A abordagem nutricional para formação e manutenção da massa óssea obedece a 2 aspectos:
  1. Otimizar a ingestão dietética de micronutrientes requerida para a formação óssea e manutenção dos estoques de minerais no reservatório ósseo;
  2. Identificar os nutrientes que ajudam a manter um processo de remodelagem óssea saudável, mantendo o equilíbrio entre a formação e a absorção nas células ósseas.

Cálcio
Componente essencial da matriz inorgânica do osso, presente como cristais de hidroxiapatita; dá estrutura e força aos ossos.
Presente no queijo, leite, amêndoa.

Fósforo
Componente essencial da matriz inorgânica do osso, presente como cristais de hidroxiapatita; dá estrutura e força aos ossos.
Presente no soja, queijo, pistache, pão integral.

Magnésio
Estabiliza os cristais de hidroxiapatita na matriz óssea, contribuindo para a força e estrutura óssea, e tem papel regulador na turnover ósseo.
Presente no feijão, amêndoa, amendoim, arroz integral, pão integral.

Zinco
Co-fator essencial para várias enzimas como a fosfatase alcalina, envolvidas na mineralização óssea e no desenvolvimento da estrutura colagenosa do osso.
Presente em sementes de milho, queijo.

Vitamina D
Regulador essencial do cálcio no soro e osso: aumenta a absorção intestinal de cálcio e sua retenção no rim e promove mineralização da matriz óssea; quando o cálcio da dieta é insuficiente, a vitamina D com o hormônio paratireoidiano mobiliza o cálcio ósseo.
Presente na ação da luz solar sobre a pele e em nozes, cogumelos.

Vitamina C
Co-fator essencial na hidroxilação de lisina e prolina durante a síntese de colágeno.
Presente em frutas, vegetais.

Vitamina K
Necessária à carboxilação das proteínas da matriz óssea durante a síntese.
Presente em couve-de-bruxelas, brócolis.
Nutrientes importantes para formação e manutenção da matriz óssea
Os minerais cálcio, fósforo, manganês e zinco, e as vitaminas D, C e K são micronutrientes importantes como componentes ósseos ou reguladores do metabolismo ósseo.
Não nutrientes que melhoram o processo de remodelagem óssea
  • Fitoestrógenos: são assim chamados devido à semelhança da sua estrutura com a do estrógeno natural, estradiol-17, e sua fraca estrogenicidade. Assim, eles podem ajudar a aliviar alguns dos sintomas desagradáveis e a perda óssea associados com a supressão de estrógeno na menopausa. Fitoestrógenos são encontrados em legumes e produtos integrais. Sem dúvida a fonte mais abundante é a soja, sendo os principais compostos as isoflavonas genistina e daidzina. A ingestão dietética média de isoflavonas em populações asiáticas que consomem dietas baseadas em soja se situa em torno de 50 mg de isoflavonas/ dia. O consumo de dietas de soja é associado com muitos efeitos benéficos, que incluem: menor risco de doença cardiovascular, câncer e osteoporose, e alívio dos sintomas da menopausa. Há crescente interesse no benefício potencial de isoflavonas de soja como protetores naturais da saúde óssea, particularmente na prevenção de perda óssea pós-menopausa. Alguns estudos clíncios recentes com mulheres norte-americanas e européias na pós-menopausa mostram melhora da densidade mineral óssea, especialmente na coluna lombar, após consumo diário de 50-90 mg de isoflavonas/ dia durante 6 a 12 meses. Pesquisas atuais investigam ativamente outros flavonóides, de preferência não-hormonais, que podem melhorar a remodelagem e a densidade mineral óssea.
  • Proteínas do iogurte: o iogurte é uma boa fonte de cálcio biodisponível e também uma excelente fonte de outros nutrientes. Um estudo clínico em mulheres na pré-menopausa mostrou que a Proteína Básica do Iogurte melhorou a densidade mineral óssea com uma dose de 40 mg/ dia durante 6 meses. Resumindo, para assegurar a manutenção da estrutura da matriz e prevenir perdas excessivas de Cálcio ósseo, as mulheres devem ingerir quantidades adequadas de minerais ósseos e vitaminas, em particular nas fases críticas da vida, como desenvolvimento infantil, gravidez e lactação, menopausa e velhice. Além disso, novas pesquisas com fitonutrientes e nutrientes derivados do iogurte mostram a possibilidade de melhorar o processo de remodelagem ''ossea, afetando o turnover e a microestrutura óssea. Juntas estas abordagens nutricionais devem ajudar a manter a qualidade óssea global através de melhora na densidade mineral óssea, turnover ósseo, microarquitetura e força.
Saúde cardiovascular
Embora geralmente não seja reconhecido, a doença cardíaca é, sem dúvida, a principal causa de morte de mulhres e, de homens, no mundo desenvolvido. Mulheres sofrem da doença da mesma forma que os homens, porém os fatores de risco e a idade na qual isto ocorre não são iguais aos dos homens. Assim as mulheres precissam de uma abordagem diferente para manter sua sáude e evitar a doença cardiovascular.
Em geral, as mulheres estão parcialmente mais protegidas do aumento do colesterol LDL e da doença cardiovascular que os homens pela produção do hormônio feminino estrógeno. Mas, esta proteção termina após a menopausa. Além disso, as mulheres desenvolvem outros fatores metabólicos ao longo da vida que aumentam o risco da doença. Conhecer esta diferença e a importância de controlá-las pode reduzir o risco de doença cardiovascular significativamente ao longo da vida da mulher.
COLESTEROL LDL DO SORO
É um importante fator preditivo de risco para doença cardiovascular em mulheres depois da menopausa. Com respeito à dieta, o efeito das gorduras saturadas no aumento do colesterol é bem documentado, embora meta-análises mais recentes tenham revelado que a redução de ácidos graxos saturados (e gordura total) na dieta tem efeito relativamente pequeno no risco global de doença arterial coronariana. Em contraste, dietas com baixo teor de gordura e alto teor de açúcares simples e amido promovem outras mudanças prejudiciais em lipídeos. Assim, algumas mulheres devem prestar mais atenção à qualidade das gorduras em sua dieta do que tentar procurar uma dieta com teores muito baixos de gordura. Fibras da dieta, particularmente fibras solúveis, ajudam a reduzir o colesterol LDL.
COLESTEROL HDL DO SORO
Na maioria das mulheres antes da menopausa, o estrógeno é responsável por promover níveis altos desta forma protetora do colesterol. O HDL, porém, não se encontra alto em todas as mulheres e pode ser sensível a vários aspectos da dieta. Mulheres com níveis de triglicérides altos frequentemente tem níveis reduzidos de HDL. Este se eleva pela ação de gorduras saturadas e monoinsaturadas e exercício. O HDL é reduzido pelo consumo de carboidratos simples, lipídeos poliinsaturados e gorduras trans.
TRIGLICÉRIDES VLDL DO SORO
Especialmente antes da menopausa, triglicérides do soro, parecem ter valor preditivo positivo mais seguro para doença cardiovascular que o colesterol. Os triglicérides do soro são elevados pelo excesso de peso, diabetes tipo 2, sedentarismo e dietas com alto teor de carboidratos. Os triglicérides do soro podem ser reduzidos mantendo-se o peso ideal, melhorando o controle da glicose, com exercício regular e com uma dieta equilibrada em gorduras e carboidratos.
CONTROLE DA GLICOSE
Em alguns indivíduos, o excesso de peso pode estar associado a uma condição chamada de síndrome metabólica, caracterizada por baixo clearance de glicose e resistência à insulina. Mulheres parecem ser particularmente suscetíveis a esta condição quando estão acima do peso e, em tais casos, manter o peso ideal diminue significativamente o risco.
PRESSÃO ARTERIAL
Hipertensão arterial (pressão alta) é um fator de risco significativo para homens e mulheres. Como acontece com a maioria dos fatores de risco, ela depende em parte da genética, mas também responde a dieta e estilo de vida. Um grande estudo clínico multicêntrico nos Estados Unidos sobre abordagens dietéticas para interromper a hipertensão demonstrou uma melhora dramática no controle da pressão arterial quando os indivíduos consumiam uma dieta com muitas frutas e legumes, e iogurte com baixo teor de gordura.
TABAGISMO
Mulheres tabagistas tem um risco duas vezes maior de desenvolver doença cardiovascular do que os homens. A recomendação é clara: mulheres devem buscar ajuda para evitar ou interromper o hábito de fumar.
RESUMO
Doença cardiovascular é a principal responsável pela morte de homens e mulheres no mundo desenvolvido. Embora todas as causas e fatores de risco ainda não sejam inteiramente compreendidos, as mulheres podem reduzir de forma significativa seus riscos de doença cardiovascular prematura com uma dieta saudável, mantendo um estilo de vida ativo e evitando fatores de risco, como tabagismo.
CÂNCER DE MAMA
O câncer de mama é o segundo mais comum em mulheres nos Estados Unidos. Representa 15% de todas as mortes por câncer em mulheres. A gordura da dieta foi implicada na etiologia do câncer de mama. Na realidade, nenhum nutriente isolado foi implicado. Os fatores de risco são um Índice de Massa Corporal (peso/ altura elevada ao quadrado) aumentado, em particular o componente peso, ou menarca em idade muito jovem (especialmente antes dos 12 anos).
Vários estudos investigaram o papel de nutrientes no desencadeamento ou proteção do câncer de mama. Vitaminas, antioxidantes, em especial vitamina A e a vitamina C em menor grau, parecem ter um papel protetor. É provável que frutas e legumes diminuam o risco de câncer de mama, com um possível papel de carotenóides e fibras em particular.
CÂNCER CERVICAL
Carotenóides podem ser protetores. A vitamina C parece ser protetora, mas só em fumantes. Folato, especialmente sua deficiência, poderia ter uma papel na etiologia do câncer cervical.
O consumo de carne de porco parece estar positivamente associado à incidência de câncer cervical.
CÂNCER ENDOMETRIAL
A obesidade pode contribuir para esta forma de câncer, especialmente o tecido adiposo abdominal. Um número crescente de evidências sugere que dietas com alto teor de gorduras, em especial dietas ricas em gordura animal, constituem um fator de risco. Por outro lado, é possível que o consumo regular de vegetais e frutas reduza o risco de câncer endometrial. A redução de risco poderia ser alcançada mantendo-se um peso saudável por meio de dieta e atividade física regular.
CÂNCER OVARIANO
Frutas e legumes talvez possam reduzir o risco de neoplasia ovariana.
RESUMO
Gorduras da dieta podem estar envolvidas no câncer de mama. O folato pode ajudar a prevenir o câncer cervical. A obesidade pode ser responsável pelo câncer endometrial.
Em termos de prevenção de câncer em mulheres, as recomendações gerais dos últimos anos permanecem inalteradas: manter o peso ideal diminuindo o consumo de gordura e carnes, evitar a ingestão de álcool e comer bastante frutas e legumes. A atividade física é geralmente benéfica por seu efeito redutor dos níveis sanguíneos de estrógeno, que parece ser o denominador comum em cânceres que afetam as mulheres.
Conclusão
A dieta exerce um papel fundamental na manutenção da saúde das mulheres- e também dos homens. O controle da ingestão total de calorias é essencial. A ingestão adequada de vitaminas e minerais é essencial à prevenção. Um dos mais importantes é o cálcio, que tem um papel na saúde óssea, pode ter um papel no controle do peso e parece ser um dos melhores candidatos a aliviar sintomas menstruais.

31.3.07

5 HÁBITOS EFICAZES DAS PESSOAS BELAS

  • DORMIR BEM- durante o sono o nosso organismo libera o hormônio GH, responsável pela renovação celular e recuperação muscular. Além disso, o descanso regenera ossos e tecidos, acelera cicatrizações e ativa o sistema imunológico.
  • MANTER A PELE LIMPA- ir para a cama com restos de maquiagem no rosto pode causar alergias, poros entupidos e oleosidade excessiva.
  • BEBER MUITO LÍQUIDO- água, sucos, chás, água de coco... Vale tudo, exceto refrigerantes e bebidas alcoólicas (altamente calóricos). Hidratar o organismo é fundamental para combater edemas (inchaços) e deixar a cútis macia e luminosa.
  • COMER SEMENTE DE LINHAÇA- rica em Ômega 3, a linhaça ajuda a potencializar a elasticidade da pele, deixando o rosto lisinho. Aposte nisto.
  • NÃO FUMAR- quem tem esse vício costuma apresentar até 5 vezes mais rugas que não fumantes do mesmo sexo e da mesma idade. A nicotina acelera o processo de envelhecimento tanto quanto tomar sol sem proteção.

17.3.07

COMO APROVEITAR MELHOR OS SUCOS DE FRUTA?

A melhor forma de aproveitar as virtudes dos sucos é prepará-los em casa e bebê-los imediatamente. A maioria dos sucos engarrafados é concentrada e recebe ativos de açúcar e conservantes. O seu paladar é diferente. Se quer comprovar, peça para alguém provar um suco natural de laranja e o outro 100% de uma marca. O ideal é usar uma centrífuga ou um liquidificador, pois eles produzem um suco mais espesso ao conservar a polpa.

2.3.07

MAIS VIDA

Pesquisa realizada pelo Centro Médico da Universidade Pittsburg, nos Estados Unidos, indicou que a participação semanal em cultos nas igrejas, pode adicionar de 2 a 3 anos ao tempo de vida de uma pessoa. A pesquisa mostrou também, que a prática de uma religião ajuda a reduzir o estresse. O pesquisador responsável pelo estudo, Daniel Hall, disse que "é alguma coisa presente nas comunidades religiosas que traz uma consequência benéfica à saúde."

24.2.07

REFRIGERANTE

Os refrigerantes à base de cola podem substituir as bebidas energéticas? A cafeína é benéfica ou prejudicial aos praticantes de atividade física?
A cafeína é um estimulante do sistema nervoso que pode dar a sensação de maior disposição. Por isso, os praticantes de exercícios físicos podem achar que ela ajuda no rendimento. Os refrigerantes feitos à base de cola contêm uma menor quantidade de cafeína que as bebidas energéticas, porém, o consumo de cafeína não é recomendado por ter efeito desidratante. Seu consumo pode causar taquicardia e aumento da sudorese, dando uma sensação ilusória de aumento de queima de gorduras. Assim, nem o consumo de refrigerantes à base de cola nem as bebidas energéticas são os mais indicados para os praticantes de exercícios físicos. Para uma melhor performance durante a atividade, o ideal é consumir adequadamente os carboidratos, por serem a melhor fonte de energia.

17.2.07

INTERLIGADOS

A conexão mente e corpo é cada vez mais reconhecida como vital para a saúde.
Já se foi o tempo em que a ciência acreditava que cada parte do organismo agia independentemente das demais. Hoje, sabe-se que se uma parte do corpo não está bem, as demais sofrem com isso. Como uma cadeia em sucessão, mínimas alterações no sistema psicológico podem desencadear problemas endocrinológicos e imunológicos, provocando prejuízos à saúde. O contrário também é verdade: o estado emocional do indivíduo pode ajudar a sanar vários tipos de males.
A novidade é que a medicina moderna resolveu prestar atenção à velha máxima: "Mente sã, corpo são." A relação mente-corpo é a mais recente coqueluche do campo da saúde. Tanto o é, que foi criada uma nova área de pesquisa para analisar melhor essa ligação. Trata-se da psiconeuroimunologia, simplificada pela sigla PNI (algumas correntes preferem o termo pseudoneuroendocrinoimunologia), uma ramificação da medicina psicossomática.
O "palavrão", praticamente desconhecido pelos leigos, remete a estudos de Psicologia e Psiquiatria, que enxergam o ser humano como um todo indissociável. A PNI investiga a relação íntima entre a mente e o corpo, aprofundando-se nos mecanismos que ligam o sistema nervoso, endócrino e imunológico e suas influências na saúde física.

Efeito dominó
A princípio, essa ligação pode parecer sem sentido. O que, por exemplo, a colite- inflamação do intestino grosso (cólon), que resulta em diarréia, flatulências e dores abdominais- tem a ver com as emoções e o sistema imunológico? Tudo. Na maioria dos casos, o ponto inicial da colite é um quadro de ansiedade que desencadeia um processo que baixa a imunidade do indivíduo, fazendo com que os anticorpos do próprio organismo ataquem o cólon.
Pesquisas também apontam a ansiedade como um dos agentes motivadores da asma. Testes de avaliação revelam que o nível de estresse e ansiedade entre os asmáticos costuma ser muito mais alto, mesmo fora do período do crise. Também se observou a incidência de transtornos comportamentais e hiperatividade, principalmente em crianças.
Até mesmo o câncer tem relação com elementos emocionais negativos. Estudos feitos com pacientes de câncer de mama, melanomas e linfomas mostram que o estresse constante pode suprimir do sistema imunológico as células NK, responsáveis pela destruição das células cancerígenas. Diariamente, células do nosso corpo se desorganizam e se tornam cancerígenas. Normalmente, nosso sistema imunológico as combate. Mas quando ocorre uma queda imunológica muito grande, elas podem tomar proporções desastrosas.
A lista de males estimulados pelas emoções não pára por aí. Problemas intestinais e dermatológicos, doenças mentais, infecções latentes de vírus e bactérias, entre outros, também podem ser provocados pela estrutura psíquica negativa. Artrite reumatóide, gastrite nervosa, tireoidite, esquizofrenia, depressão, herpes bucal, lúpus eritematoso sistêmico, vitiligo, acne, queda de cabelo. Essas e mais, pelo menos, 150 doenças, podem ter sua manifestação relacionada à mente e à queda da imunidade.
Isso não quer dizer que qualquer emoção negativa irá provocar uma doença, pois os fatores biológicos não devem ser desconsiderados. O que a PNI afirma é que o estado de espírito pode desencadear males e transtornos físicos- e isso acontece com muita frequência.

Velha novidade
Apesar da roupa nova da originalidade, os estudos da integração mente e corpo são mais antigos. Há registros de manuscritos sobre o tema datados da época de ouro das civilizações assíria, grega e romana. Os médicos e filósofos da Grécia Antiga, por exemplo, observaram que as mulheres com tendência à melancolia sofriam de cólicas frequentes e contínuas. E mais: essas mesmas mulheres tinham maior facilidade para desenvolver o câncer de mama. Não à toa, o filósofo grego Aristóteles afirmou que "a psique e o corpo reagem complementando um ao outro. Uma mudança no estado da psique produz uma alteração na estrutura do corpo e o inverso leva a uma modificação no estado da psique."
Essa premissa predominou através do tempo, mas deixou de fazer sentido em meados do século 17, quando uma escola de pensamento, conhecida como psicologia das faculdades, passou a considerar a independência entre mente e corpo. Começou, então, um movimento de especializações, em que cada área buscava se aprofundar em um conhecimento específico.
Já na virada do século 20, o tema voltou à tona, com o surgimento da psicanálise. Mais adiante, entre os anos 30 e 40, a ciência pré-contemporânea observou que muitos distúrbios físicos, como a hipertensão e o câncer, podiam ser modificados ou agravados por emoções doentias. Notou-se, também, que doenças originadas por outros fatores, como a asma, podiam ter um quadro de evolução mais lento, devido ao estado emocional negativo do paciente. Atualmente, essas conclusões pertencem ao grupo de estudo das doenças psicossomáticas.
A PNI, por sua vez, surgiu como uma ramificação específica da psicossomática, destinada a estudar as reações desencadeadas pela mente, a partir do sistema imunológico. As primeiras pesquisas surgiram nas décadas de 60 e 70, baseadas na Teoria do Estresse (que estuda como episódios de estresse podem conduzir ao desequilíbrio físico). Em 1975, a área de estudos começou a tomar corpo, motivada por um relatório do psicólogo americano Robert Ader. Ele analisou como o paladar e a aversão condicionam a imunossupressão. Nos anos seguintes, os imunologistas Nickolas Cohen e David Felten somaram forças às pesquisas, descobrindo fibras nervosas que ligam o sistema nervoso ao imunológico. Surge, então, o termo psiconeuroimunologia.
Apesar de ser considerada uma ciência nova, a PNI já consegue dar passos firmes, desviando-se do ceticismo e do preconceito. Mas, cuidado: como todo campo recém-descoberto, o charlatanismo também ronda esses estudos, com uma gama de afirmações especulativas. A verdadeira ciência está em fase de expansão, embasada apenas em fatos e pesquisas.

Cura pela mente
Mas se, por um lado, as emoções negativas podem suscitar ou agravar doenças, o contrário também é verdadeiro: emoções saudáveis previnem doenças e aceleram o processo de cura. Afinal, quando tudo está em ordem com a mente, a lógica é que o mesmo aconteça com a saúde e o bem-estar. Na sequência, as doenças já presentes podem ter maior chance de cura quando o tratamento trabalha a emoção. Processos emocionais positivos alcançam resultados altamente benéficos para o organismo.
Veja, por exemplo, a artrite reumatóide, uma inflamação crônica das articulações, originada de uma combinação genética. Estudos da PNI observaram que algumas pessoas que apresentam o fator reumatóide genético (o antiimunoglobulina G) não manifestam a doença. A conclusão é de que esses indivíduos tem uma estrutura psíquica mais equilibrada, o que lhes possibilita uma influência protetora do organismo.
Outra doença dessa ordem é a dermatite atópica, uma alergia que deixa a pele ressecada e repleta de escoriações avermelhadas. Excetuando a incidência na infância, a maior parte das ocorrências em adultos também está largamente relacionada à ansiedade e a crises de estresse. Mas o tratamento, em vez de atacar o sintoma (a pele), ataca a causa (as emoções), por meio de medicamentos tranquilizantes ou calmantes naturais.
No caso do câncer, a mente também influencia na recuperação e previne o surgimento de outras metástases.
Não se trata de responsabilizar apenas a mente pela cura desse e de vários outros casos. Contudo, o que se tem observado é que o estado de espírito influencia positivamente e acelera o restabelecimento do paciente. As emoções tem condições de cura tão poderosas quanto às medicações. A fé e a esperança explicam, por exemplo, os resultados positivos alcançados com os placebos.

Saúde e religião- Ligação íntima
Acredite-se ou não na intervenção Divina na cura de doenças, a fé religiosa também tem forte ligação com a saúde humana. Há também um novo campo científico, a neuroteologia, dedicado a observar como o cérebro responde às manifestações espirituais. E os resultados corroboram essa íntima ligação.
Exemplo disso é a pesquisa publicada pelo Journal of Psychosomatic Research, relatando observações com 106 homens portadores de HIV: o organismo daqueles que seguiam alguma religião produziu maior número de células CD4, aumentando, assim, a força do sistema imunológico. Em Israel, um estudo com 3900 pessoas, durante 16 anos, concluiu que a taxa de mortalidade relacionada a cânceres e doenças cardiovasculares era 40% mais baixa entre os religiosos.
Milagre? Dá para afirmar que o ser humano se move pela crença. E essa fé, tão suscetível à fragilidade humana, tem uma capacidade de cura e equilíbrio transformadores. Portanto, diante dessa lógica, o que importa é desenvolver a fé no Deus criador- por mais anticientífico que possa parecer.

Filosofia de vida
A chave para impedir conflitos internos e manter o equilíbrio emocional está no controle da frustração. Tome como exemplo um caso clássico: uma batida de carro. O dono do automóvel, estando emocionalmente restringindo o problema àquele momento e situação, ou, então aprofundar-se nas tensões, o que irremediavelmente irá aumentar suas dificuldades, tanto de ordem física, como emocional.
Acontece que teorizar sobre o equilíbrio emocional é fácil. Mais difícil é atingir esse estado de espírito em meio às exigências da vida moderna- aliás, muito mais complexo do que os livros de auto-ajuda dão a entender. Mas não existe uma fórmula pronta. Cabe a cada pessoa descobrir em seu cotidiano a melhor forma de lidar com os problemas, vendo-os como uma etapa de aprendizado ou um desafio a ser vencido.
Há, porém, um elemento altamente positivo para a saúde mental, mas em falta na nossa sociedade: uma filosofia de vida que valha a pena. Entenda-se por filosofia de vida o sentido pelo qual vivemos, aquela sensação de que nossa jornada no mundo faz parte de algo maior. Nós substituimos a filosofia de vida pela imitação de modelos de consumo. Ser feliz, agora, depende de dirigir carros possantes, possuir avançados aparelhos de tecnologia, vestir roupas de grife, morar em uma casa de alto padrão. Se por acaso, perdermos esses bens, a essência da vida simplesmente desaparece.
Concentrar o sentido da vida no materialismo é um engano. A verdadeira filosofia de vida envolve amor, bondade, tolerância, cultivo da paz e confiança em Deus. Essa é a melhor base de apoio para a compreensão das mazelas e da crueldade do mundo. É ela que dá força para a vida, que conduz ao equilíbrio emocional e, consequentemente, à saúde física.

18 alertas para a ansiedade
O compêndio de Psiquiatria, feito pelos médicos Benjamin Sadock e Harold Kaplan, é 1 dos itens de consulta mais referendados da saúde mental. Entre outros itens, a obra lista 18 sintomas físicos relacionados à ansiedade, um mal que, se não for bem trabalhado, pode se tornar crônico. Por isso, fique atento aos sintomas. Se pelo menos 6 deles forem frequentes, procure tratamento médico ou terapêutico:
  1. Fraqueza, tremores
  2. Dores musculares ou tensão
  3. Inquietação
  4. Fadiga com movimentos leves
  5. Falta de ar constante
  6. Palpitações
  7. Sudorese, mãos frias e úmidas
  8. Boca seca
  9. Vertigens e tonturas
  10. Náuseas e vômitos
  11. Calafrios
  12. Urina com frequência e em pouca quantidade
  13. Sensação fixa de "bolo na garganta"
  14. Impaciência
  15. Sustos fáceis
  16. Dificuldade de memória e concentração
  17. Insônia
  18. Irritabilidade