23.2.19

DENTES BRANCOS COM ALIMENTOS NATURAIS

Untitled-1
Nada melhor do que começar a semana com um sorriso bem grande e feliz. A afirmação de que o hábito de mostrar alegremente os dentes aos outros eleva a saúde é ouvida a todo o momento. Mas é muito importante que esse sorriso tenha saúde. Manter dentes fortes e brancos é uma das ambições mais ansiadas pela maioria da população. Muitos produtos são comercializados (mesmo sem aval odontológico) para atender essa demanda de consumidores que querem deixar o seu “sorrir” com um branco angelical.
Determinados alimentos naturais podem ajudar a clarear e ainda fortificar essas estruturas tão importantes não só para a estética, mas também no auxílio da digestão. Listo abaixo seis “aperitivos” capazes de fazerem a manutenção dos seus dentes.
collage
. Morango – A fruta contém ácido málico, uma propriedade capaz de auxiliar na retirada das manchas. Possui também vitamina C, nutriente que combate o acúmulo de placa.
. Castanha-do-Brasil – Essa oleaginosa utiliza a sua gordura para a formação de uma película protetora e isso ajuda a reduzir a capacidade das bactérias grudarem nos dentes.
. Cenoura – tem a capacidade de estimular a salivação, mantendo a boca hidratada e ajuda a remover a placa bacteriana.
. Pera – Essa fruta faz com que o fluxo de saliva seja aumentado e isso faz com que os dentes fiquem protegidos contra cáries e doenças da gengiva. A pera também é capaz de eliminar a placa bacteriana, pois a fibrosa limpa os dentes de forma natural.
. Hortaliças – As folhas verdes dessa categoria são cariostáticos e anticariogênicos. Essas duas características fazem com que os dentes tenham uma melhora na saúde.

. Água – É sempre muito recomendada por alimentar de forma saudável as funções vitais do organismo. A água contribui também para o mecanismo de limpeza dos dentes.

16.2.19

ALIMENTAR-SE DE CARNE PODE LEVAR À DEMÊNCIA

Untitled-1
Sempre falamos aqui sobre os inúmeros malefícios que a carne traz para a saúde humana. São diversos problemas que podem ser verificados nos mais variados estudos existentes a respeito do tema. Uma pesquisa realizada pela Icahn School of Medicine at Mount Sinai, de Nova York (EUA) revela que o alimento, quando preparado de forma assada, grelhado ou mesmo frita, aumenta o risco do desenvolvimento de demência.
Os Produtos de Glicação Avançada (os AGE, da sigla em inglês Advanced Glycation Endproducts) estão sendo associados a doenças como o diabetes tipo 2. O teste foi realizado em ratos e humanos. Os animais fora alimentados com uma dieta rica em AGEs e apresentaram acúmulo de proteínas perigosas no cérebro, tendo a função cognitiva prejudicada. Os AGEs são formados quando proteínas ou gorduras reagem com açúcar, isso geralmente acontece naturalmente no processo de cozimento.
xsuicidioq550f44-pagespeed-ic-fyuhndedk_
O excesso da substância combinada com a idade pode ser associado à demência, muitas vezes antes do que normalmente ela costuma aparecer na terceira idade. A prevenção, segundo os especialistas é, definitivamente, se livrar ou, pelo menos, reduzir ao máximo os produtos que contenham AGEs. Tente começar aos poucos mudar sua alimentação e experimente uma melhora excepcional na qualidade de vida.

9.2.19

O CASAMENTO PERFEITO

guid
 A nossa base alimentar no almoço é muito estranha para um estrangeiro. A combinação do arroz com feijão diariamente presente em nossas refeições do meio-dia gera muitas interrogações na cabeça dos “gringos” (relacionada à questão do “mas vocês não enjoam de comer a mesma coisa todos os dias?”). Mal sabem eles que nossa misturinha tupiniquim é uma das dietas mais recomendadas pelos nutricionistas.
A mistura de nutrientes capazes de se completar faz uma excelente combinação proteica. Os grãos de arroz, por exemplo, contêm metitonina, já os feijões trazem lisina em sua composição. Nomes diferentes que traduzem os tão conhecidos aminoácidos. Quando eles se juntam são mais eficientes na reparação de tecidos do organismo. Esse casamento aliado a sua eficiência é raro de se ver em outros vegetais. Para que o efeito nutricional seja alcançado é necessária a utilização de uma concha de feijão para meia escumadeira de arroz.
kipç
Outra ajuda proporcionada pela refeição brasileira é o equilíbrio do índice glicêmico (o feijão “neutraliza” o elevado potencial glicêmico do arroz), diminuindo o risco de diabetes. Além de todas essas propriedades, pesquisadores da Unicamp descobriram também uma capacidade da combinação de aumentar a concentração de minerais na saliva, o que faz diminuir a desmineralização dos dentes, além de proteger contra cáries (confira aqui mais alimentos naturais que fazem bem para os dentes).

Todos esses fatores fazem com que a base alimentar dos almoços em nosso país seja uma fonte poderosa de nutrientes. O que muitas vezes prejudica um pouco os efeitos benéficos do arroz com feijão é justamente os outros acompanhamentos que costumamos utilizar (carnes, massas e frituras). Fica sempre a dica de tentar adicionar o máximo de verduras e hortaliças para que a sua refeição mantenha o equilíbrio nutricional.

2.2.19

MORANGOS AJUDAM A REDUZIR COLESTEROL


Untitled-1Quem sofre de problemas de colesterol alto e triglicerídeos vive tentando se livrar dos alimentos prejudiciais, mas nem sempre é fácil. Alguns não contêm rótulos muito claros e outros ainda são muito sedutores do paladar.
Mas uma boa notícia para essas pessoas é a de que um estudo feito por pesquisadores italianos e espanhóis revelou que o morango possui propriedades capazes de reduzir significativamente os índices elevados nas pessoas que têm os problemas mencionados no início do texto. O resultado do estudo foi publicado no “Journal of Nutritional Biochemistry”.
A investigação científica utilizou 23 voluntários. Cada um deles comeu 500 gramas de morango por dia por pouco mais de um mês. As conclusões mostraram que a quantidade total de colesterol caiu 8,78% os níveis de LDL (o colesterol ruim). No caso dos triglicerídeos a queda foi maior do que o dobro, 20,8%.
woman-eating-strawberries-horiz
O HDL (colesterol bom) ficou praticamente inalterado. A utilização do morango melhorou outros índices como, por exemplo, os biomarcadores antioxidantes, além de atuar também como protetores da radiação ultravioleta, reduzir os efeitos do álcool no estômago e ainda fortalecer as células vermelhas do sangue, o que eleva a sua capacidade de antioxidação.
Uma fruta bonita, saborosa e com uma capacidade muito grande no auxílio de pessoas que sofrem tanto para tentar montar uma dieta adequada às suas limitações. Valorizar as frutas, legumes, hortaliças eliminando ou evitando as carnes, massa e gorduras é sempre uma excelente opção àqueles que querem elevar o seu padrão de vida e, consequentemente, garantir uma expectativa maior de ultrapassar os 80 anos.