27.12.08

LICOPENO- PROTETOR NATURAL DA PELE


Pesquisadores da Sociedade Britânica de Dermatologia Investigativa comprovam a eficácia do licopeno contra queimadura solar e envelhecimento da pele causado pelo sol.
A pesquisa foi realizado com um grupo de 20 voluntários que consumiram diariamente 55 g de molho de tomate com 10 g de azeite de oliva ou somente 10 g de azeite de oliva, por 12 semanas. A pele dos voluntários foi exposta aos raios Ultra Violeta no início e no final do experimento.
O grupo de voluntários que consumiu o molho de tomate teve 33% mais proteção contra queimadura solar quando comparado ao grupo que se alimentou somente com o azeite de oliva.
O benefício do molho de tomate é atribuído ao LICOPENO, que neutraliza o efeito nocivo dos raios Ultra Violeta, devido ao excesso de produção de espécies reativas de oxigênio, que podem danificar importantes estruturas da pele.
Ainda amostras da pele dos voluntários indicaram que o grupo que se alimentou com o molho de tomate teve um aumento significativo dos níveis de colágeno. Este aumento indica o percentual de reversão da pele contra os processos de envelhecimento.

20.12.08

MUSCULAÇÃO DIMINUI RISCO DE DIABETES

O que fazer depois dos 60 anos para preencher o tempo livre da aposentadoria? Musculação. Entre levar uma vida sedentária trancafiado dentro de casa ou freqüentar uma academia é melhor seguir a segunda opção. Pode parecer um passatempo voltado aos jovens, mas um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou que o exercício físico com pesos reduz os riscos dos idosos desenvolverem a diabetes não hereditária.
A pesquisa orientada pela professora Mara Patrícia Traina Chacon Mikahil, da Faculdade de Educação Física (FEF) da Unicamp, submeteu dez homens acima de 60 anos - sedentários e saudáveis - ao treinamento com pesos durante 16 semanas. O resultado foi comparado com um outro grupo formando por oito idosos. Foram avaliados os efeitos dos exercícios sobre a resistência à insulina (RI) - hormônio responsável pela redução da taxa de glicose no sangue -, composição corporal e força muscular.
O grupo que se exercitou apresentou o índice de Homeostasis Model Assesment (Homa), que mede o fator de RI, abaixo de 2,71. Em idosos, o número acima desse valor significa que possui potencial para desenvolver a diabetes mellitus tipo 2. Os exercícios físicos não diminuem esse fator, mas o aumento da força muscular significa menor risco no desenvolvimento da doença. Principalmente, porque a gordura corporal relativa do corpo diminui.
Denise Reis Franco, endocrinologista e coordenadora de educação em diabetes da Associação de Diabetes Juvenil (ADJ) explica que no idoso a doença é silenciosa. "Ele se sente cansado, desanimado e deprimido e acredita que isso não é nada", conta. "Quando vai realizar um exame de rotina ou apresenta alguma complicação como um infarto, acaba descobrindo a doença", diz.
A maioria dos adultos desenvolve a doença por volta dos 40 anos. A partir dessa idade, é comum ela estar associada a outras doenças como hipertensão. A diabete pode causar doenças cardiovasculares, insuficiência renal e até cegueira. "Depois dessa complicação da doença, só basta tratar", diz Denise.
Segundo relatório do Sistema Único de Saúde (SUS), de 2005, a hipertensão arterial e o diabetes mellitus são doenças de alta prevalência. Entre as cardiovasculares, o derrame ou Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a doença coronariana aguda são responsáveis por 65% dos óbitos na população adulta. A partir dos 60 anos, as pessoas apresentam uma somatória de doenças. "O idoso deve relatar isso ao médico, pois as medicações podem interagir", explica.

Para viver melhor
O último Censo de Diabetes foi realizado em 1988 pelo Ministério da Saúde. Mostrou uma prevalência de 7,6% de diabetes na população brasileira de 30 a 69 anos. Destes, cerca de 50% não sabiam que tinham a doença. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, o número de diabéticos e pré-diabéticos está aumentando devido ao crescimento e envelhecimento populacional, maior urbanização, crescente prevalência de obesidade, sedentarismo e maior sobrevida do paciente.
"Por isso o idoso não deve ficar em casa levando uma vida sedentária", diz Fernanda Castelo Branco, nutricionista. É indicada a atividade física, independente da idade. O principal cuidado deve ser com a adaptação do exercício à condição física. "A visão e o músculo do idoso fica mais lento, por isso é importante acompanhamento na hora dos exercícios", afirma Fernanda. "Caminhar nas nossas calçadas, por exemplo, pode ser um perigo. Ele pode cair e piorar sua condição física", alerta.

O que é pré-diabetes
Trata-se de uma condição clínica em que o paciente apresenta níveis elevados de glicose - açúcar - no sangue, mas inferior para obter o diagnóstico de diabetes do tipo 2. Porém quem possui o pré-diabetes apresenta 34% mais chance de falecer devido a um problema cardiovascular ou derrame cerebral.

Diferença entre tipos 1 e 2
A diabetes tipo 1 é uma doença auto-imune, genética, que pode aparecer até na idade adulta. A tipo 2 pode ser "adquirida". Quem pode identificar a diferença é um médico. "Geralmente, quem possui a tipo 1 não produz nada de insulina", diz Fernanda. A doença tipo 2 pode ser evitada.

Como evitar
Fatores de risco que podem colaborar com o desenvolvimento da doença: parentes com diabetes; comer muita gordura, doces ou manter uma má-alimentação de alta caloria; hipertensão; sedentarismo.
As dicas de prevenção são: evitar o sedentarismo e ganho de peso; comer três vezes ao dia; manter uma alimentação equilibrada, evitar comer doces; se alimentar com frutas, verduras e legumes; ingerir fibra para melhorar a digestão, como cereais integrais, frutas in natura e hortaliças cruas; beber água; evitar o consumo de gordura e álcool; fazer exames de prevenção anualmente.
Atenção: "O idoso é mais lento, gasta menos energia e possui digestão mais devagar. Assim, os alimentos escolhidos devem ser de fácil mastigação e fracionados ao longo do dia", diz Fernanda.
Sinais de alerta: diminuição brusca de peso, inchaço nas pernas, obesidade ou sobrepeso, urinar muito, sentir sede demais, ter dores no corpo e fome extrema.

13.12.08

O PODER DAS FRUTAS ANTIOXIDANTES

O verão se aproxima e manter-se hidratado e alimentar-se de forma saudável são as melhores maneiras para enfrentar o calor e, além disso, manter-se com saúde. As frutas antioxidantes são ótimas aliadas, pois fornecem nutrientes necessários ao organismo e auxiliam na prevenção de doenças.
As substâncias antioxidantes previnem a oxidação de outros elementos químicos e podem paralisar a ação dos radicais livres no organismo, antes que esses danifiquem moléculas importantes do corpo, gerando possíveis doenças e desconfortos.
Esses alimentos são excelentes na prevenção de câncer, doenças respiratórias e cardiovasculares. Conheça abaixo algumas frutas que, além de grande poder antioxidante, trazem outros benefícios à saúde:
Framboesa
Muito utilizada na fabricação de doces, bolos e tortas, é rica em sais minerais (ferro, fósforo e cálcio), vitaminas A, C, B1 (tiamina), B5 (niacina) e em fibras. A framboesa auxilia no equilíbrio da pressão arterial, previne vários tipos de câncer e é indicada também para prisão de ventre, reumatismo e outras doenças, principalmente as que afetam fígado e rins.
Açaí
Fruta característica da Região Norte do Brasil e muito consumida "na tigela", o açaí também pode ser saboreado em sucos. É rico em proteínas, fibras, lipídios, fósforo, ferro e cálcio, vitaminas C, B1 e B2. Além de ser excelente para repor as energias, o açaí auxilia no trânsito intestinal, estimula a memória e protege a saúde ocular.
Blueberry (Uva do monte)
Fruta que reduz o mau colesterol e, conseqüentemente os riscos de infartos e doenças do coração, ajuda na prevenção e tratamento de infecções do trato urinário e além de reduzir a taxa de açúcar no sangue. A blueberry é rica em magnésio, ferro, potássio, fósforo e vitaminas B2, B6 e C.
Cranberries
Excelente para manter o trato urinário saudável, ajudando na prevenção e tratamento de infecções urinárias, a fruta também auxilia na digestão e na diminuição dos níveis do mau colesterol no sangue.
Romã
Fruta típica nas festas de final de ano, a romã é excelente protetora contra doenças cardiovasculares e ajuda a reduzir os teores de colesterol. A fruta é uma das mais ricas em manganês e, além disso, tem em sua composição: proteínas, potássio, cálcio, magnésio, ferro e vitaminas B2, C e D.

29.11.08

MÚSICA: MAIS QUALIDADE DE VIDA

Há quem pense que para aprender a tocar um instrumento musical é preciso ter idade certa. Isso não é verdade. A afirmação "música é para todos" a princípio é verdadeira, pois todos podem fazer música, sejam crianças, adultos, idosos, pessoas com ou sem deficiência. O que é certo é que cada um fará música dentro do seu nível e dentro de suas limitações, e é isso que vai nortear a escolha do instrumento que se pretende aprender a tocar. Isso significa que, se a pessoa quer muito tocar um instrumento de sopro, mas tem um problema respiratório grave, existem duas possibilidades: ou ela se trata primeiro e fortalece o pulmão, para depois poder tocar saxofone, ou escolhe um instrumento de sopro que não vá além das suas restrições e nem prejudique sua saúde, como a flauta doce, por exemplo. Os benefícios de aprender a tocar um instrumento musical são muitos. Educação musical não é e não pode ser confundida com musicoterapia, mas isso não quer dizer que o ensino musical não promova melhorias na qualidade de vida do aluno. Elas acontecem sim, uma vez que no decorrer das aulas a pessoa tem a possibilidade de entrar em contato com questões internas a cada desafio e conquista que o aprendizado musical proporciona. A educação musical afeta o indivíduo em todos os níveis: físico, mental, emocional e social. Estimula a memória, diminui o estresse, a timidez, a depressão e a ansiedade. Também aperfeiçoa coordenação motora, a disciplina, a concentração e a atenção. Melhora a percepção e a discriminação auditiva, além de desenvolver a musicalidade, entre outros. Muitas vezes a pessoa deixa de tentar por medo de fracassar. "E se eu não conseguir?" é uma frase que ouve-se muito nos dois primeiros meses de aula. Mas, no decorrer do curso, os alunos sentem que são capazes e renovam a imagem que têm de si mesmos. Eles voltam a se arriscar e a satisfazer seus desejos, recuperam a auto-estima. Percebe-se, principalmente, uma melhora na qualidade de vida. Pesquisas demonstram que pessoas maduras que aprendem a tocar piano ou teclado têm suas taxas do hormônio GH elevadas. Esse hormônio aumenta a retenção de cálcio e a mineralização dos ossos, aumenta a massa muscular e induz à síntese de proteínas, além de colaborar com o aumento do nível de energia. Para quem sempre quis aprender a tocar um instrumento musical, mas não teve coragem, aconselha-se: proponha-se a fazer 3 meses de aula, sem se preocupar com o resultado. A idéia é apenas curtir a experiência e o que vier é lucro. Depois desse prazo decida se continua ou não. Não tenha dúvidas de que essa pessoa vai aprender muito, vai apreciar a experiência e vai querer continuar a aprender música!

22.11.08

DICAS QUE VALEM A PENA SEGUIR

Publicaram recentemente um compêndio com conselhos saudáveis para melhorar a qualidade de vida de forma prática e habitual:

1- Beba um copo de suco de laranja diariamente para aumentar o ferro e repor a vitamina C. O futuro está na laranja que reduz em 30% o risco de câncer de pulmão.

2- Salpique canela no iogurte (mantém baixo o colesterol e estáveis os níveis de açúcar no sangue).

3- Troque o pãozinho tradicional pelo pão integral que tem 4 vezes mais fibras, 3 vezes mais zinco e quase 2 vezes mais ferro que tem o pão branco.

4- Mastigue os vegetais por mais tempo. Isso aumenta a quantidade de químicos anti-cancerígenos liberados no corpo. Mastigar libera sinigrina. E quanto menos se cozinham os legumes, melhor efeito preventivo eles têm.

5- Adote a regra dos 80%: sirva-se menos 20% da comida que pretendia ingerir. Evita transtornos gastrintestinais, prolonga a vida e reduz o risco de diabetes e ataques de coração.

6- Faça as refeições coloridas como o arco-íris. Comer uma variedade de vermelho, laranja, amarelo, verde, roxo e branco em frutas e verduras, cria uma melhor mistura de antioxidantes, vitaminas e minerais.

7- Se comer pizza, escolha as de massa fininha. O licopeno, um antioxidante dos tomates pode inibir e ainda reverter o crescimento dos tumores.

8- Limpe sua escova de dente e troque regularmente. As escovas podem espalhar gripes e resfriados e outros germes. Assim é recomendado lavá-las com água quente pelo menos quatro vezes à semana (aproveite o banho no chuveiro), sobretudo após doenças quando devem ser mantidas separadas de outras escovas.

9- Realize atividades que estimulem a mente e fortaleçam sua memória. Faça alguns testes ou quebra-cabeças, palavras-cruzadas, aprenda um idioma, alguma habilidade nova. Leia um livro e memorize parágrafos.

10- Use fio dental e não mastigue chicletes. Acredite ou não, uma pesquisa deu como resultado que as pessoas que mastigam chicletes têm mais possibilidade de sofrer de arteriosclerose, pois tem os vasos sanguíneos mais estreitos, o que pode preceder a um ataque do coração. Usar fio dental pode acrescentar 6 anos à sua idade biológica porque remove as bactérias que atacam aos dentes e o corpo.

11- Ria. Uma boa gargalhada é um mini exercício físico: 100 a 200 gargalhadas equivalem a 10 minutos de corrida. Baixa o estresse e acorda células naturais de defesa e os anticorpos.

12- Não descasque com antecipação. Os vegetais ou frutas, sempre frescos, devem ser cortados e descascados na hora em que forem consumidos. Isso aumenta os níveis de nutrientes contra o câncer.

13- Ligue para seus parentes/pais de vez em quando. Um estudo da Faculdade de Medicina de Harvard concluiu que 91% das pessoas que não mantém um laço afetivo com seus entes queridos, particularmente com a mãe, desenvolvem alta pressão, alcoolismo ou doenças cardíacas em idade temporã.

14- Desfrute de uma xícara de chá de ervas. Cientistas israelenses também concluíram que beber chá aumenta a sobrevida depois de ataques ao coração.

15- Tenha um animal de estimação. As pessoas que não têm animais domésticos sofrem mais de estresse e visitam o médico regularmente, dizem os cientistas da Cambridge University. Os mascotes fazem você sentir se otimista, relaxado e isso baixa a pressão do sangue. Os cães são bons amigos, mas até um peixinho dourados pode causar um bom resultado.

16- Coloque tomate ou verduras frescas no sanduíche. Uma porção de tomate por dia baixa o risco de doença coronária em 30%, segundo cientistas da Harvard Medical School.

17- Reorganize a geladeira. As verduras em qualquer lugar de sua geladeira perdem substâncias nutritivas, porque a luz artificial do equipamento destrói os flavonóides, que combatem o câncer, que todo vegetal tem. Por isso é melhor usar á área reservada a ela, aquela caixa bem embaixo. Comer como um passarinho. A semente de girassol e as sementes de gergelim nas saladas e cereais são nutrientes e antioxidantes. E comer nozes entre as refeições reduz o risco de diabetes.

18- E por último, um bocadinho de pequenas dicas para alongar a vida:

*Pense positivamente. Pessoas otimistas podem viver até 12 anos mais que os pessimistas, que ademais pegam gripes e resfriados mais facilmente.

*Seja sociável. Pessoas com fortes laços sociais ou redes de amigos têm vidas mais saudáveis que as pessoas solitárias ou que só têm contato com a família.

*Conheça a si mesmo. Os verdadeiros crentes e aqueles que priorizam o 'ser' sobre o 'ter' têm 35% de probabilidade de viver mais tempo.

Não parece tão sacrificante, não é verdade? Uma vez incorporados os conselhos, facilmente tornam-se hábitos. É exatamente o que diz uma certa frase de Séneca:
- "Escolha a melhor forma de viver, o costume a tornará agradável."

15.11.08

DESCUBRA O QUE É

Leia os rótulos dos alimentos, verificando os ingredientes e comparando os aditivos químicos de cada produto, optando sempre pelas marcas com menos aditivos:
A- Antioxidantes
Sua função é retardar a ação oxidativa dos alimentos.
Seus possíveis riscos são: hipercolesterolemia (aumento do colesterol), arteriosclerose e litíase (cálculo) renal.
AU- Antiumectantes
Sua função é evitar que o alimento absorva a umidade.
Seu possível risco é que pode prejudicar os rins.
C- C1- Corante natural
C2- Corante artificial
Sua função é dar ou intensificar cor ao alimento.
O corante artificial pode provocar alergia em pessoas mais sensíveis ou quando consumido em excesso. Acredita-se que pode provocar também asma, alterações no sistema nervoso e problemas no feto.
D- Edulcorante
Sua função é substituir o açúcar- adoçante.
Acredita-se que provoque alergia, mudanças de comportamento e pode provocar câncer.
EP- Espessante
Sua função é dar consistência ao alimento.
Seu possível risco é que pode causar irritação no intestino.
ET- Estabilizante
Sua função é ajudar a manter as características do produto.
Seu possível risco é que pode provocar distúrbios gastrointestinais
F- Aromatizante ou flavorizante
Sua função é intensificar o aroma ou sabor dos alimentos, respectivamente.
Os flavorizantes artificiais podem provocar alergia, mudanças no comportamento e disfunções no metabolismo.
H- Acidulante
Sua função é acentuar o sabor ácido.
Seu possível risco é que pode enfraquecer os ossos e provocar problemas hepáticos.
P- Conservante
É usado para conservar o alimento, impedindo ou retardando mudanças provocadas por microorganismos ou enzimas.
Nos embutidos, os conservantes costumam ser os nitritos e nitratos, que podem aumentar o risco de câncer. Outros tipos de conservantes podem causar reações alérgicas e influenciar o sistema nervoso.
U- Umectante
Sua função é impedir o ressecamento, mantém o alimento úmido.
Seu possível risco é que pode provocar alergia e problemas renais.

8.11.08

10 MANDAMENT0S PARA FAZER SEU FILHO COMER SEM SOFRIMENTO

1. Respeite os horários das refeições
Nem sempre é fácil cumprir o cronograma, é verdade. Mas não há pesquisa sobre alimentação que deixe de ressaltar a importância da rotina para as refeições. A criança deve se alimentar 3 vezes por dia (desjejum, almoço e jantar). E quanto mais acostumada com uma rotina, melhor ela irá comer. O problema ocorre quando uma dessas refeições cai bem no momento de uma brincadeira... Aí não há prato que faça seu filho largar o que está fazendo. Nesse caso, seja claro: se não comer naquela hora, terá de esperar pela próxima refeição (mesmo que você tenha de adiantá-la um pouquinho...).
2. Dê o exemplo
Quer uma criança que não faz cara feia para o brócolis? Coma o vegetal com vontade. Não pense que vai criar um filho fã de frutas e verduras se você só come no fast-food.
3. Não faça malabarismos
A criança precisa aprender que comer é importante e gostoso! Ela precisa experimentar e sentir os sabores dos alimentos. Aviõezinhos, brinquedos e televisão acabam distraindo, realmente, a criança daquilo que ela deveria fazer. Segundo várias pesquisas, esse é um passo grande para a obesidade.
4. Desenvolva o gosto de sentar-se à mesa
Quando a família estiver em casa, aposte em refeições coletivas. Seu filho vai associar a hora de comer à satisfação da convivência com a família. E ainda aprender como se comportar, seguindo seu exemplo, ao usar os talheres, cortar os alimentos, etc.
5. Comer = Prazer
A hora da refeição deve ser séria, mas não rígida, ou você transformará a mesa em um verdadeiro campo de guerra. Tudo bem deixar seu filho comer na sala uma vez ou outra. Vale até programar um dia de DVD com jantar na sala... Ah, de vez em quando pode sim!
6. Não transforme guloseimas em prêmio
Sabe aquela famosa frase “Se você comer tudo, ganha sobremesa”? Risque do seu repertório. Falando isso, a criança associa o que está comendo a um sacrifício, e o “prêmio” fica ainda mais apetitoso.
7. Inclua-o na preparação da refeição
Peça a seu filho que ajude a separar os ingredientes, colocá-los dentro da panela, arrumar a mesa, etc. Ele vai ficar ansioso para provar as delícias que fez.
8. Um cardápio para todos
Depois que seu filho passar da fase da papinha, pode comer a mesma comida da família, com o tempero da casa.
9. Considere a diferença entre lanche e refeição
O desjejum, almoço e jantar são as refeições do dia e não devem ser substituídas por lanches. A não ser em um dia especial. Mas vá de receitas saudáveis.
10. Faça uma horta
Plante tudo que o tamanho de seu quintal permitir ou use vasinhos de tempero. Seu filho vai gostar de regar a planta, vê-la crescer, colher e, claro, comer tudo!

1.11.08

QUANTA MAIS BEBIDA, MAIS O CÉREBRO ENCOLHE

Quanto mais você bebe, mais seu cérebro encolhe, dizem os cientistas.
Muitos estudos demonstram que o consumo moderado de álcool pode ser bom para o coração, mas o grupo liderado por Carol Ann Paul, da Faculdade Wellesley, em Massachusetts, comprovou que a bebida não evita a perda do volume cerebral acarretada pela idade. Na verdade, os abstêmios convictos tinham a menor perda cerebral. Em seguida, pela ordem, vinham os ex-consumidores, os consumidores moderados e os consumidores abusivos, segundo o artigo publicado na revista Archives of Neurology. A tendência era mais notável em mulheres do que em homens, o que pode se dever à maior sensibilidade feminina aos efeitos do álcool e à menor massa corporal. As conclusões foram baseadas em dados de 1.839 norte-americanos de 33 a 88 anos, que fizeram relatos sobre o seu consumo de álcool e tomografias por ressonância magnética. Eles fazem parte de um estudo mais amplo em andamento em Massachusetts. Quem bebia mais do que 14 doses por semana tinha o cérebro em média 1% menor do que os abstêmios, segundo os pesquisadores. Em geral, o volume cerebral diminui cerca de 2% por década. A atrofia está vinculada a dificuldades cognitivas e motoras.

30.10.08

MAGNÉSIO É BOM PARA OS OSSOS?

ELE ATUA CONTRA O REUMATISMO?
Sim, o magnésio é capaz de tratar a osteoporose, doença que enfraquece o esqueleto. O magnésio é um sal presente em alimentos como gérmen de trigo, tofu (queijo de soja), semente de abóbora, caju, amêndoa, pistache e feijão. Uma alimentação saudável supre o organismo com as necessidades diárias de magnésio.

25.10.08

O PODER DOS ALIMENTOS QUE QUEIMAM GORDURA CORPORAL

Conheça esses quatro aliados da boa forma...
Muita gente já conhece a nutrição funcional e a usa no seu dia-a-dia. Os alimentos considerados funcionais agem como remédios para alguns e veneno para outros, por isso a importância da análise com uma especialista antes. Esses verdadeiros achados não têm contra indicação e promovem uma queima de gordura de forma natural. Veja abaixo como eles agem no seu organismo.
Pêras
Lote sua fruteira de pêras se quer perder peso . É o que dizem estudos feitos na Universidade do Rio de Janeiro. No estudo, que foi publicado na revista Nutrition (EUA), mulheres que comeram três pêras por dia, ingeriram menos que o total de calorias diárias permitidas, e perderam mais peso do que as que não comeram a fruta. Ricas em fibras, as pêras ajudam a pessoa a sentir saciada, o que evita que a mesma coma demais nas refeições principais. Uma pêra antes da refeição ajuda a amenizar a fome de leão , porém deixe a casca! A maior parte da fibra esta lá!
Grapefruit ou Toranja
De acordo com pesquisadores da Scripps Clinic, na Califórnia, EUA a ingestão de meia toranja antes de cada refeição pode lhe ajudar a perder peso - até um quilo por semana- mesmo se você não mudar mais nada em sua dieta. Os autores do estudo dizem que um composto da fruta ajuda a regular a insulina, hormônio que armazena gordura. Como comer?Casca e polpa. Cortadas em pedaços, as adicione à salada de espinafre. É também bom simplesmente descascadas, cortadas em tiras.
Amêndoas
Comer um punhado de amêndoas por dia, juntamente com uma dieta saudável, poderá ajudá-lo a secar gordura, sugere pesquisa publicada no International Journal of Obesity, EUA. Uma dieta-estudo pediu aos participantes que ingerissem amêndoas diariamente durante seis meses. O resultado: perderam 18% da sua gordura corporal. Os que seguiram uma dieta com a mesma quantidade de calorias e de proteínas, mas sem amêndoas, e com carboidratos complexos (como bolachas de trigo) perderam apenas 11%. Como comer? Ótimas, picadas e adicionadas à iogurtes e/ou vitaminados.
Feijão branco
Eles são carregados de amido resistente, um poderoso queimador de gordura (meia xícara tem quase 10 gramas de amido resistente). Se você comer feijão branco com outros alimentos ricos em amido resistente, na mesma refeição, você pode queimar 25% mais gordura do que de outra forma, segundo pesquisadores da Universidade do Colorado, EUA. Como comer? Em saladas: com cebola, alho e azeite. Adicione duas conchas de feijão escorrido, misture e sirva.

30.9.08

SEGREDOS DA LONGEVIDADE

O estilo de vida adotado depois dos 70 anos pode influenciar a chance de uma pessoa chegar aos 90 anos. Os fatores influentes na longevidade, após os 70 anos, são diabetes, fumo, prática de exercícios, hipertensão arterial (pressão alta) e peso.
Homens que mantêm estilo de vida saudável considerando esses fatores, tem 54% de chances de viver até 90 anos. A expectativa de vida é determinada em 30% pelos genes e o restante será estabelecido por fatores relacionados ao estilo de vida. Se você me pedir para escolher uma coisa que deve ser feita, eu diria duas coisas: não fume e faça exercícios.

13.9.08

DISLIPIDEMIAS- OS SILENCIOSOS VILÕES

Embora a expectativa de vida do homem continue aumentando e a longevidade seja uma promessa já para as gerações atuais; o aparecimento de doenças cardiovasculares é tido mundialmente, como a principal causa mortis entre a população, significando aproximadamente 66% nos países desenvolvidos.

O colesterol e os triglicerídeos são algumas das gorduras encontradas na corrente sanguínea; como não se dissolvem totalmente na água elas são transportadas no sangue sob a forma de partículas chamadas VLDL, LDL e HDL.

❤As LDL ou “mau colesterol”: são lipoproteínas de baixo peso molecular e se acumulam mais facilmente nas paredes das veias e artérias, aumentando o risco da incidência de infarto do miocárdio;
❤As HDL ou “bom colesterol”: são lipoproteínas de alto peso molecular, protegem o coração retirando o excesso de LDL das paredes das artérias, diminuindo o risco do infarto;
❤As VLDL são ricas em triglicerídeos, são lipoproteínas de muito baixa densidade com importante papel energético, mas em níveis elevados podem levar à obesidade que também é um fator de risco para a DAC (doença coronária arterial).

As dislipidemias – aumento do colesterol e triglicerídeos – podem causar várias patologias, das quais, a mais preocupante é a aterosclerose, que é defina como o entupimento dos vasos principalmente no coração e na cabeça, resultando no infarto do miocárdio e no acidente vascular cerebral, também conhecido como derrame.

A aterosclerose é uma doença caracterizada pela formação desordenada de depósitos de lipídeos (gorduras) no interior das artérias, provocando a perda da sua capacidade funcional normal.

A aterosclerose impede a circulação do sangue para as células provocando isquemias (carência de oxigênio por diminuição da irrigação sanguínea) e esta associada à incidência de infartos (morte celular pela falta oxigênio) e a casos de angina (forte dor no peito, devido à falta de sangue no coração).

No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Coração – INCOR - as doenças cardiovasculares matam mais que o câncer e a Aids juntas, chegando a ocorrerem 823 mortes por dia.

Porém, o colesterol é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo, exercendo funções importantes, como na formação dos ácidos biliares, fabricação dos hormônios e Vitamina D, bem como para os ossos.

Estudos epidemiológicos sugerem que, o consumo habitual de dietas pobres em carnes e gorduras, e ricas em frutas e vegetais reduzem o risco do desenvolvimento de dislipidemias, assim como estão relacionados à prevenção de doenças cardiovasculares e do câncer.

Fique atento para a quantidade de gorduras ingeridas na sua alimentação, pois a prevenção é a sua melhor aliada!

6.9.08

MEGAPESO

Se você passa muito tempo na internet, cuidado com o ponteiro da balança! O alerta foi dado em um estudo que pesquisou 5.000 mulheres, de 14 a 21 anos de idade. O resultado mostrou que as jovens com mais tempo na frente do computador apresentavam maior crescimento de Índice de Massa Corporal (IMC), em outras palavras, quilos extras. Além dessa avaliação, poucas horas de sono também foram citados como fatores de risco para o ganho de peso.

30.8.08

ALIMENTOS RICOS EM ÁGUA!

O seu consumo, assim como a ingestão de líquidos, facilita o emagrecimento, pois ajuda a ampliar a saciedade. Se o corpo estiver suprido de água e bem hidratado, certamente o apetite diminuirá. Frutas, legumes e verduras são naturalmente ricos em água, o que facilita o trabalho dos rins, que eliminam a retenção de líquidos com eficiência. Estão na lista: pêra, maçã, melão, melancia, abacate, banana, manga, água-de-coco, pepino, aipo, agrião, cenoura e beterraba.

23.8.08

CUIDADOS COM IDOSOS

Enquanto formos adolescentes, jovens ou adultos somos capazes de cuidarmos nós mesmos de nossa saúde. Por mais que sejamos criteriosos na busca do nosso bem estar e da melhor qualidade de vida possível, inevitavelmente, um dia seremos idosos e precisaremos da atenção dos que nos cercam sejam eles entes queridos, parentes ou instituições especializadas. Apresentamos a seguir algumas dicas práticas e bem objetivas sobre cuidados com os idosos. Para você pensar: Como você gostaria que o tratassem caso você fosse uma pessoa bastante idosa?
Higiene pessoal e cuidados especiais
- É preciso saber falar com o idoso.
- É muito importante que se fale ao idoso de maneira clara e em tom mais alto, porém sem gritar, e que se diminuam sons secundários como música, por exemplo.
- Deve-se falar de frente para que ele possa ler os lábios.
- As informações precisam ser fornecidas lentamente, passo a passo, com palavreado fácil, em letras grandes e impressas, tendo em vista as possíveis dificuldades de visão e memória.
- Pode haver necessidade de ajuste nas técnicas e nos meios para que a higiene se efetue, pois, muitas vezes, os idosos apresentam dificuldade motora.
- A lavagem das mãos dos idosos é medida importante para evitar transmissão de doenças, deve ser feita de maneira criteriosa, e muitas vezes com o auxílio de um cuidador, sempre antes de se alimentar, após usar o sanitário.
- O banho, além de refrescar o corpo, tem o objetivo de incentivar a criação de hábitos higiênicos, promovendo a saúde. Sua freqüência está relacionada à temperatura da estação do ano.
- Todos os cuidados de higiene, como banho, higiene dos cabelos, unhas, barba, boca, dentes e próteses, devem ser na medida do possível, realizados pelo próprio idoso, a fim de preservar sua habilidade.Quando necessário, o auxilio deve ser feito de forma que preserve a dignidade e individualidade do mesmo, sem exposição durante o banho e sempre que possível, respeitar o hábito do idoso, como uso de batons, esmaltes, penteados entre outros. - As roupas devem ser trocadas diariamente e ser da escolha do idoso. Nunca deve ser de uso coletivo, pois fazem parte da identidade de cada um.
- Os objetos de higiene-pessoal devem ser de uso individual e exclusivo.
- A necessidade de sono do idoso pode estar alterada, caso se mantenha uma rotina diária inadequada. O individuo encorajado a se retirar para o leito logo ao anoitecer pode ter sua necessidade de sono satisfeita durante a madrugada, simulando uma situação de insônia. A inatividade pode induzir a cochilos durante o dia, produzindo a mesma situação descrita anteriormente. O ideal é que se tenha uma rotina de atividades diurnas que permitam no máximo um cochilo (sesta) em torno de uma hora à tarde e se programe um período de sono noturno de 8 à 9 hs. no período da noite.

26.7.08

COMPRESSAS QUE ALIVIAM

Sabe aquelas dores desconfortáveis nos ombros e no pescoço, que causam cefaléia (dor de cabeça) e até mau humor? Pois é, existe uma solução simples e prazerosa para elas. Coloque água quente num recipiente e pingue de 5 a 10 gotas/ litro de óleo essencial de alecrim ou cravo. Embeba a toalha e esprema bem para retirar o excesso. Envolva o pescoço e os ombros. Em seguida, cubra a toalha úmida com outra seca e deixe por 10 minutos. O alívio é imediato.

19.7.08

COMO UTILIZAR EMPLASTOS

Existem terras com qualidades especiais para curar, onde os minerais se encontram dosados de maneira adequada. Alguns especialistas afirmam que a terra de cor azul acinzentada é a melhor, por apresentar uma concentração ideal de minerais.
Na falta de terras próprias, podemos usar a de barranco natural. Gandhi chamava a atenção para o grande poder de absorver venenos que qualquer terra possui, e garantia que o melhor emplasto é o de mistura de terra liguenta com areia.
Embora alguns recomendem a terra para uso interno, é mais seguro usá-la externamente, na forma de emplastos. Emplastos são massas espessas, aderentes e ligadas. Podem ser usados quentes ou frios.
TIPOS DE EMPLASTOS
Há vários tipos de emplastos. Veja alguns deles e, em seguida, como fazê-los:
  • Duas xícaras de terra, uma cenoura e uma cebola pequena raladas e uma colher de mel. Amasse a terra com a cebola ralada, um pouco de mel e a cenoura. A quantidade depende do local de aplicação. Bom para irritação da pele e coceiras.
  • Terra, óleo de eucalipto, óleo de linhaça, chá de orégano e pouco sal. Para tosses e pneumonia.
  • Terra e carvão moído. Para infecções.
  • Terra, mel e camomila. Para inflamações dos olhos.
  • Duas xícaras de terra, duas colheres de tintura de arnica, mentruz e uma colher de óleo de eucalipto, um pouco de sal. Para batidas, contusões, machucados.
  • Terra e babosa. Para infecções.
EMPLASTO DE BARRO
Indicação: Descongestionante em casos de febres internas.
Como proceder: Providencie terra suficiente para cobrir a região enferma. Acrescente água e vá amassando até ficar na consistência que dê para moldar, um pouco mais mole. Aplique diretamente na pele uma camada de 1 dedo ou 2 de espessura. Enfaixe primeiro com pano de algodão cru e depois com pano de lã.
A lã deve vedar bem o emplasto, impedindo que o ar exterior o esfrie. Não é bom usar plástico e papel, pois impedem a perfeita ventilação e absorção. O emplasto deve ser aplicado só após o aquecimento do enfermo. Conserve uma bolsa de água quente nos pés durante toda a aplicação.
A terra deve ser amassada em vasilha de louça, barro, plástico ou madeira, e com colher de madeira ou com a mão, o que é mais prático. No lugar de água, pode-se usar chá de camomila ou de alfafa.

12.7.08

É POSSÍVEL REDUZIR O ÍNDICE GLICÊMICO TOTAL DA REFEIÇÃO?

Sim. O segredo é sempre combinar carboidratos (arroz, batata ou massa) com alimentos ricos em fibras (feijão, verdura, legume, aveia, linhaça). A dupla arroz e feijão é um bom exemplo. Por causa das fibras do feijão, o arroz demora mais para ser transformado em glicose no sangue. E isso evita que o cereal (especialmente o refinado) provoque picos de insulina- hormônio que, em excesso, estimula o organismo a estocar gordura. Outra sugestão é incluir uma porção de proteína magra (iogurte, soja) no mesmo prato. A proteína tem digestão lenta, impedindo que o índice glicêmico da refeição chegue às alturas.

5.7.08

ARCO-ÍRIS DO BEM

Conheça as propriedades dos alimentos mais frequentes na mesa dos brasileiros e saiba como se proteger.
Branco
Fontes: alho, banana, cebola, nabo, cogumelo, chuchu, couve-flor, feijão branco, maçã, palmito, pinha, rabanete, mandioca, cebola, arroz, endívias, pêra.
Ricos em: quercetina, alicina e potássio.
Bom para: A quercetina é um ótimo protetor das células, inclusive para evitar o desenvolvimento de alguns tipos de câncer. A alicina do alho tem efeito antibacteriano e o potássio é um mineral que ajuda a controlar a pressão arterial.
Amarelo
Fontes: milho, abóbora, melão, mandioquinha, pimentão amarelo, caju.
Ricos em: vitamina B6.
Bom para: Auxilia a ação da serotonina, neurotransmissor que provoca a sensação de bem-estar, e da melatonina, um dos hormônios responsáveis pelo sono.
Laranja
Fontes: cenoura, abóbora, batata-doce, manga, tangerina, acerola, damasco, mamão, laranja, pêssego, nêspera.
Ricos em: betacaroteno, vitamina C e luteína.
Bom para: O betacaroteno, excelente fonte de vitamina A, regenera os tecidos, protegendo as células e agindo na produção de colágeno, por isso é fundamental para o vigor da pele. Reduz o risco de doenças cardiovasculares e a formação de tumores. A luteína e a vitamina C são bons antioxidantes.
Vermelho
Fontes: goiaba, tomate, melancia, framboesa, cereja, morango, caqui, pimentão vermelho.
Ricos em: licopeno e vitamina C.
Bom para: A combinação dessas duas substâncias resulta em um poderoso antioxidante e também melhora a absorção de ferro pelo organismo.
Roxo
Fontes: beterraba, berinjela, repolho roxo, amora, açaí, figo, uva.
Ricos em: antocianina.
Bom para: aumentar a energia física e proteger as células dos radicais livres, ou seja, contra o envelhecimento precoce. Por ter ação antiinflamatória é uma boa aliada contra a celulite.
Marrom
Fontes: amêndoas, amendoim, arroz integral, aveia integral, avelã, castanhas em geral (do pará, de caju, portuguesa, centeio, cevada, nozes) e pão integral.
Ricos em: fibras.
Bom para: regular o funcionamento do organismo e proteger da formação de vários tipos de tumores. Ajuda a controlar os níveis de colesterol e açúcar no sangue e ainda atua na saciedade, reduzindo a vontade de comer.
Verde
Fontes: pimentão, brócolis, aspargo, espinafre, salsão, abacate, alface, quiabo, repolho, agrião, vagem, couve, kiwi, ervilha, limão, pepino, rúcula, escarola.
Ricos em: clorofila, folato, luteína, vitamina C e K.
Bom para: A clorofila dá energia e desintoxica as células, contribuindo para a beleza da pele, cabelos e unhas. Além desse substância principal, alguns itens contêm folato (que previne a anemia), luteína e vitamina C (antioxidantes) e vitamina k- essencial para a circulação, ajuda a evitar a formação de coágulos.

28.6.08

QUANTAS VEZES POR SEMANA VOCÊ MALHA?

Não há uma frequência ideal para malhar, isso varia de pessoa para pessoa: depende do condicionamento físico, do objetivo a ser alcançado e da disponibilidade de tempo. Exercitar-se 3 vezes por semana, como faz a maioria das pessoas, é muito legal. Porém, se o seu objetivo é emagrecer, tem que incrementar o treino: estudos do American College of Sports Medicine, órgão que pesquisa programas de atividade física nos Estados Unidos, mostram que para perder peso você precisa fazer exercícios aeróbicos pelo menos 30 minutos, 5 vezes por semana.

21.6.08

ALHO PARA FICAR JOVEM

Que o alho cru estimula o sistema imunológico a reagir contra uma série de doenças- de gripe a câncer-, já se sabia. Você não gosta? Temos uma novidade: se for assado ou refogado tem ainda mais poder antioxidante, o que aumenta sua capacidade de combater os radicais livres, mantendo a pele jovem. O calor potencializa o poder antioxidante do alho, mas anula a alicina- substância responsável pela sua ação antibiótica. O ideal, portanto, é consumi-lo das duas maneiras e ganhar todos dos benefícios.

14.6.08

SEU PÃO DE CADA DIA

Light, integral, à base de iogurte, com grãos, preto, de centeio... Se você faz parte do time que não abre mão de pão no desjejum, provavelmente fica louca com a infinidade de opções nas prateleiras dos supermercados e padarias. A escolha deve ser guiada por 3 fatores: paladar, quantidade de fibras (no mínimo 3 g por fatia) e presença de nutrientes específicos. Deve-se evitar aqueles com gorduras saturada e trans, que, como você já sabe, fazem mal à saúde. Os demais ingredientes que cada marca oferece tem diferentes objetivos: produtos com iogurte apresentam maior teor de cálcio em cada porção, os que contêm cenoura ajudam no bronzeamento, os que levam grãos e aveia auxiliam no bom funcionamento intestinal. E quanto ao quase "irresistível" pãozinho francês? Ele costuma ser indicado apenas a quem deseja ganhar mais curvas, seguindo uma dieta rica em carboidratos. Acontece que esse pão é mais calórico e menos saudável quando comparado à versão integral.

7.6.08

ESTRESSE NO TRABALHO

Muitos dos pacientes que se submeteram a cirurgias cardíacas disseram que o estresse no trabalho contribuiu para o problema. Como lidar com ele:
  • Não esquente- Em vez disso, desconte a tensão numa pequena bola macia que você deve manter em cima da mesa. Aperte-a e jogue-a para o alto até se sentir melhor.
  • Minimassagem- Tire os sapatos e massageie seus pés, alongando os dedos e o tornozelo. Ou massageie suas mãos, principalmente as pontas dos dedos, que são sensíveis.
  • Procure a paz- Tire um momento para refletir sozinho, seja fechando a porta da sala ou saindo um pouco do escritório.
  • Alegre o ambiente- Ponha flores em sua mesa ou consiga uma minifonte para aproveitar o som calmante da água em movimento.

30.5.08

DEVO TOMAR O DESJEJUM ANTES DE EXERCITAR-ME PELA MANHÃ?

O ideal é tomar o desjejum cerca de meia hora antes da atividade física, para que os nutrientes dos alimentos estejam disponíveis durante o exercício, fornecendo energia. Nessa refeição, prefira os carboidratos, que ajudam a dar pique: pão integral, fruta e suco natural. Se você tem pressa, pode optar por 1 copo de suco natural ou uma barra de proteína ou uma fruta de 5 a 10 minutos antes de malhar. O importante é não se exercitar em jejum. Também é essencial comer nos primeiros 30 minutos após o exercício. Você deve optar por um carboidrato, para voltar a ter energia, e uma proteína magra (queijo branco, iogurte light) que vai ajudar na recuperação dos músculos.

24.5.08

MAIS SAÚDE!

Para absorver melhor o ferro dos alimentos- como lentilha, folhas verde-escuras, grão-de-bico e soja- e reduzir o risco de anemia (fraqueza física e baixa imunidade), é preciso ingerir vitamina C diariamente. São boas fontes: laranja, acerola, morango, goiaba, agrião e espinafre.

17.5.08

TRATANDO DA CASPA

Caspa são pequenas escamas que se desprendem do couro cabeludo, de cor esbranquiçada, normalmente secas; às vezes são gordurosas, sendo então chamadas de Seborréia. Pode ter diversas causas, mas destacam-se os problemas digestivos, hepáticos e prisão de ventre, que causam dificuldade de evacuação e que provoca acúmulo de gases e retenção de dejetos intestinais, produzindo impurezas no sangue e febre intestinal, que se manifesta na forma de escamas sobre o couro cabeludo.
Os alimentos refinados e a pouca quantidade de fibras ingeridas são os principais desencadeantes da prisão de ventre e por consequência a caspa e a queda dos cabelos. O processo de eliminação da caspa tem que ser tratada de dentro para fora. Os sabonetes e shampoos utilizados para corrigir o problema, tornam-se paliativos externos de higiene, quando a verdadeira causa está no interior do organismo. No entanto, enquanto se equilibra a flora intestinal através de alimentação combinada e equilibrada, podemos sugerir o tratamento externo como segue:
Tratamentos externos- Utilizar hortaliças e frutas para a correção das causas:
  1. Couve- usar o sumo das folhas, fazendo fricção no couro cabeludo duas vezes ao dia.
  2. Tomate- usar o suco puro, fazendo fricção no couro cabeludo em dias alternados.
  3. Abacate- assar a polpa da fruta e espremê-la através de um pano fino e limpo. Com o óleo, fazer fricção no couro cabeludo duas vezes ao dia.
  4. Figo- amassar 3 figos secos e acrescentar o suco de 2 limões, uma cebola média ralada e um pouco de sal. Bater tudo no liquidificador. Coar e fazer fricção no couro cabeludo duas vezes ao dia.
  5. Limão- usar o suco puro. Fazer fricção no couro cabeludo uma vez ao dia.
Plantas usadas no tratamento:
  • Babosa- use a polpa das folhas e faça fricção no couro cabeludo duas vezes ao dia.
  • Carqueja- fazer o chá das folhas (40 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia.
  • Confrei- fazer o chá das folhas (30 g para 1 litro de água).Tomar 4 xícaras ao dia. Usar o mesmo chá para fricção no couro cabeludo, duas vezes ao dia.
Outros tratamentos recomendados:
Geoterapia (com argila)- Fazer compressa de argila na região do ventre (para retirar a febre intestinal), com duração de duas horas. A compressa pode ser feita usando-se 1 copo cheio de argila misturada com água para que fique com consistência pastosa. Pode-se adicionar algumas gotas de óleo de eucalipto ou chá de camomila ou ainda um pouco da polpa da babosa. Coloque a pasta diretamente sobre o ventre e forre com um pano grande. Envolva a pessoa com um cobertor agasalhando bem. Mantenha os pés aquecidos com uma bolsa de água quente. A compressa deve ter uma duração de duas horas em pacientes com mais de 8 anos de idade. Abaixo disso recomenda-se apenas uma hora de terapia com a compressa. Este tratamento não é recomendável para mulheres durante o período menstrual, durante a gravidez ou em pessoas muito debilitadas.
Hidroterapia- Fazer escalda-pés 3 vezes por semana. Coloque os pés em um balde com água quente durante 4 minutos e depois 1 minuto em um balde de água fria. Repetir o exercício 3 vezes terminando na água fria. Recomendamos também que se beba toda manhã em jejum, 1 copo de água. Tenha boa saúde e bom cabelo.

10.5.08

SÓDIO- A AMEAÇA OCULTA

Hipertensão (pressão arterial elevada) e litíase renal (pedra nos rins) são só duas das possíveis consequências do excesso desse mineral. E ele está em quase todos os alimentos, de alface a pizza, que a gente ama...
Cá entre nós: com a correria do dia-a-dia, fica difícil não lançar mão de comida congelada, embutidos ou fast-food. É tão prático! O problema é que, além de muito calóricos, esses alimentos vem recheados de... sódio. E daí? Em excesso, ele aumenta o risco de hipertensão arterial, acidentes vasculares cerebrais (derrames), catarata, litíase renal e câncer estomacal. Verdade que também é essencial às funções básicas do organismo, como regular o ritmo cardíaco e o volume de sangue no corpo. No entanto, os brasileiros ingerem entre 4 e 6 gramos do mineral por dia, quando a recomendação da American Heart Association é de 2,4. Só para dar uma idéia, o sanduíche de frango que você devora nas lanchonetes carrega cerca de 1,4 gramo do dito-cujo: já 8 pedaços de nuggets tem 5,7 gramos, fritos ou assados. Ui! Ficou assustado? Não é que precise aposentar o saleiro para garantir sua saúde. Mas deve ficar de olhos bem abertos com o que coloca no prato.
Por que fazer marcação cerrada?
O exagero faz mal a todos, mas o grau de tolerância ao sódio varia de pessoa para pessoa. Acredita-se que os negros, por determinação genética, sejam mais sensíveis. Já as mulheres são mais poupadas, ao menos até a menopausa. É que o estrogênio protege o aparelho cardiovascular. Mas alto lá! Não vale usar isso como desculpa para abusar. Nosso organismo utiliza muitos recursos para manter-se em equilíbrio e, se os níveis do mineral ficam altos no sangue, libera hormônios que causam retenção de líquidos e edema (inchaço). Como essa retenção de água é intravascular, e não na pele, não influi no aumento da celulite. No entanto, esse efeito pode sobrecarregar o coração, elevando o risco de infarte e acidente vascular cerebral. Outro inconveniente é que os rins tem capacidade limitada para filtrar e excretar o sódio. Quando o consumo é muito elevado, trabalham sob grande pressão e podem ter seu funcionamento comprometido. Sentiu o drama?
BLITZ NOS HÁBITOS MODERNOS
Você deve estar se perguntando como é possível conciliar alimentação saudável com sua agenda concorridíssima. O primeiro passo é abandonar o hábito de colocar o saleiro na mesa- ou atacar os envelopinhos no restaurante- para não cair na tentação de salgar ainda mais a comida previamente temperada. Se vinha fazendo isso, aposto que, durante as refeições, sentia mais sede, não?
Se um de seus hobbies é cozinhar, também precisa ter cuidado para não viciar o paladar com delícias cada vez mais condimentadas. Vale a pena investir em temperos alternativos, como orégano, hortelã, salsinha, cebolinha, limão, alho, cebola e azeite. Afinal, não é só o sal que desperta nossas papilas gustativas.
O segundo passo é dobrar a atenção na hora de encher a ecobag no supermercado. Por ser um conservante natural, o mineral é amplamente usado para preservar os produtos, inclusive os doces. Estima-se que 75% de todo o sódio que consumimos diariamente venha de itens processados industrialmente, com destaque para conservas, embutidos, alimentos em salmoura (picles, azeitonas), mostardas, ketchup, shoyu, molhos para salada e churrasco prontos, consomê, enlatados, temperos prontos, mistura para sucos e sopas em pó. Por essa razão, sempre que possível, prefira alimentos frescos: frutas, legumes, grãos integrais, laticínios. Você não resiste a uma boa pizza? A do tipo vendido em caixinha geralmente tem mais sódio que a feita na hora ou artesanal.
Terceiro passo: grave na memória que os produtos diet e light muitas vezes tem concentrações maiores do mineral em comparação às versões comuns. Quando o açúcar que também funcionaria como conservante, é substituído, há necessidade de acrescentar ainda mais sódio. Mas, como não é uma regra, e o contrário também pode acontecer, o melhor é ficar de olho nas tabelas de informação nutricional dispostas nas embalagens. Preste atenção nos valores: se o rótulo diz, por exemplo, que uma porção contém 40% de VD (valores diários), significa que você vai ingerir 40% de todo o sódio de que necessita em um dia.
Andar com uma garrafinha de água a tiracolo também é ótima pedida, pois, com uma boa hidratação, o organismo retém menos sódio. E saiba que a versão sem gás é a que tem teor adequado do mineral. Sim, até água tem o danado! Viu como está rodeada de sódio por todos os lados? Se você bobear, vai sabotar sua saúde sem perceber.

3.5.08

OS 10 MANDAMENTOS PARA UMA MALHAÇÃO SAUDÁVEL


  1. Escolha uma boa academia, a que tem um corpo de profissionais formado por professores de Educação Física. Apesar de ser uma exigência legal, essa regra nem sempre acontece na prática; por isso, peça, sim, informações sobre seus treinadores.
  2. Faça avaliação médica antes de começar, seja qual for a sua idade. Consulte seu médico particular e, depois, na própria academia, faça os testes para avaliar a capacidade cardiorespiratória e os níveis de força muscular, de flexibilidade e de alongamento. Esses dados dizem o que cada aluno pode ou não fazer.
  3. Coma, pois fazer exercícios de estômago vazio pode desencadear uma crise de hipoglicemia. Se a última refeição aconteceu há mais de 5 horas, faça um lanche leve antes do treino.
  4. Hidrate-se antes, durante e depois de praticar.
  5. Siga as instruções do professor. Não pule etapas, aumentando a carga ou forçando a resistência além do seu limite. Essas "iniciativas" não antecipam os resultados e podem causar lesões.
  6. Alongue, alongue e alongue. Antes de começar, 10 minutos de aquecimento mais alongamento; no final, 5 minutos de alongamento.
  7. Use a roupa certa, adequada ao exercício e ao clima. Vale lembrar: suar em excesso não provoca perda de peso nem redução de medidas.
  8. Alterne os exercícios de força, e poupe a musculatura no início, não faça musculação em todas as aulas e repita as mesmas sequências em dias alternados. Se já estiver praticando há mais tempo, siga os programas que trabalham grupos musculares diferentes a cada dia.
  9. Entre no ritmo. Toda vez que parar por alguns dias (por causa de uma viagem ou de uma gripe), volte aos poucos. Tentar recuperar o tempo perdido malhando em dobro duplica também as suas chances de se machucar.
  10. Reconheça cada tipo de dor. Com a prática e uma boa orientação, você saberá distinguir a dor "boa", a que tem a ver com o fortalecimento muscular, da "ruim": uma fisgada forte no joelho, por exemplo, pode sinalizar uma lesão. Não deixe de falar sobre qualquer dor com seu professor e, na dúvida, pare com o exercício, não force o corpo. Procure sempre um médico: bem orientada, você vai saber quando e como continuar se exercitando.

12.4.08

QUEM MALHA PENSA MELHOR

Quer saber o que acontece no cérebro de quem faz exercícios regularmente? Pesquisadores da Universidade Colúmbia e do Instituto de Pesquisas Salk, nos Estados Unidos, com a ajuda de imagens de ressonância magnética, concluíram que fazer ginástica uma hora por dia, pelo menos 3 vezes por semana, estimula a produção de neurônios e favorece a aprendizagem. Durante 3 meses, submeteram um grupo de voluntários a essa rotina de malhação e observaram que a prática dobrou o fluxo de sangue no cérebro e provocou o aparecimento de novas células na área relacionada a memória e à capacidade de aprendizagem. A ciência assina embaixo: o exercício aumenta, sim, a capacidade de assimilar informações.

29.3.08

DICAS

  • Beba água- A hidratação é fundamental para não ressecar as fezes. Como o intestino grosso tem função de retirar água das fezes, quando a ingestão de líquidos é menos, ele tende a retirar água mais intensamente das fezes. O ressecamento é inevitável. O que vale é a hidratação. Pode ser água, suco, chá,...
  • Coma fibras- A ingestão de fibras é fundamental para o bom funcionamento intestinal. As fibras são carboidratos não digeríveis, ou seja, elas passam por todo o trato gastrointestinal e chegam no intestino grosso. Bactérias gostam muito de fibras. O intestino grosso é o local do nosso corpo onde as bactérias existem em abundância. Assim, quando as fibras chegam no intestino grosso, as bactérias começam a "trabalhar" nessas fibras, produzindo, dentre outras coisas, glicose. Essa glicose puxa a água para as fezes, fazendo com que o volume das fezes aumente e a perda de líquido seja mais lenta. Ou seja, as fezes ficam maiores, mais úmidas e macias. Isso é importantíssimo, pois o contato das fezes pressionando o interior do intestino grosso (a sua parede), gera a vontade de evacuar. Se essas fezes se tornam ressecadas, o estímulo delas na parede interna do intestino grosso é reduzido, o que diminui a vontade de evacuar. Há tipos diferentes de fibras, sendo as que chamamos de insolúveis, as mais adequadas para executar uma função "laxativa". A recomendação de utilizar verduras e frutas (mamão, laranja com bagaço, manga...) é bastante conhecida para quem é obstipado. O que vale a pena enfatizar aqui é o consumo de cereais integrais em grão. Os alimentos refinados são péssimas escolhas para quem tem prisão de ventre. Eles estão presentes em diversos alimentos industrializados. A forma mais simples e eficiente de eliminar a obstipação está na adoção de uma dieta composta exclusivamente por alimentos naturais e integrais. Na prática clínica, dentre os cereais integrais em grão, o centeio em grão e o milho (da espiga, não da lata) tem sido os mais eficientes para intensificar o trânsito intestinal . Utilize também o arroz integral, trigo em grão e a linhaça em grão. Não se engane! Os produtos derivados dos grãos integrais, como o pão integral e o macarrão integral que encontramos nos mercados, não costumam ter uma quantidade adequada de farinha integral. Eles não tem os mesmos efeitos que o uso do grão. O uso de farelos, especialmente de trigo, também pode ser utilizado, mas você vai perceber, na prática, que se a sua alimentação for composta por cereais em grão, ele se tornará desnecessário. A regra é simples: utilize o que é natural e integral. Retire o que é refinado e processado.
  • Utilize ameixa preta- A ameixa preta (fresca, desidratada, ou o seu suco) contém um ácido chamado didroxifenol isotina. Esse ácido estimula a movimentação (motilidade) dos intestinos. Não se esqueça que o que vale na alimentação é o conjunto dela. O uso isolado de mamão, ameixa, farelo de trigo e semente de linhaça, por exemplo, pode ser uma boa opção para quem tem prisão de ventre, mas se a alimentação como um todo for natural e integral, o intestino funciona por si só. Geralmente, nesse caso, mesmo com hábitos inadequados (inatividade física e irregularidade para ir ao banheiro), a pessoa não consegue resistir ao estímulo para evacuar, pois ele se manifesta intensamente.
  • Cuide bem da sua flora intestinal- Cerca de 30% das fezes são compostas por bactérias mortas. Uma flora bacteriana intestinal adequada traz inúmeros benefícios para a saúde do intestino e do organismo como um todo. A flora intestinal se modifica conforme o substrato que recebe. Uma flora benéfica gosta muito de compostos de origem vegetal. Compostos chamados de frutooligossacarídeos, como a inulina, são importantes para que bactérias benéficas permaneçam no intestino em boa quantidade. Alimentos como a escarola, banana e alcachofra são ótimos para fornecer esse composto. O odor das fezes tem uma forte relação com a flora intestinal, e costuma ser mais ameno nos vegetarianos. Muitos vegetarianos que tem uma alimentação totalmente integral e natural não apresentam fezes com odor desagradável. Algumas pessoas utilizam o que chamamos probióticos, que são bactérias benéficas que passam pelo trato gastro intestinal sem serem destruídas e colonizam o intestino grosso. Essa alternativa para melhorar a flora intestinal é válida, mas desnecessária para uma pessoa com uma alimentação integral.
  • Fique tranquilo! Para evacuar é necessário estar tranquilo! O nosso sistema nervoso (parassimpático) tem uma ação importante no reflexo da evacuação. Evacuar com pressa não dá muito certo.

22.3.08

PARA UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL

Algumas mudanças simples no cotidiano podem ajudar a ter uma boa saúde e a viver mais tempo. Abaixo, algumas dicas:
  1. Não comer carne.
  2. Comer pouca quantidade e com cautela, ingerindo a quantidade suficiente, sem deixar faltar os nutrientes, mas sem exagerar.
  3. Não extrapolar as calorias nas 24 horas, mantendo o equilíbrio diário.
  4. Comer frutas, hortaliças e cereais integrais.
  5. Acompanhar sempre o peso corpóreo, para saber se ele está proporcional à altura. Com esse cuidado, a pessoa sabe se está comendo o suficiente.
  6. Praticar atividade física sem exagero- o excesso de atividade gera mais radical livre, que desgasta o organismo. Quando a pessoa exagera, começa a sofrer lesões, sentir dores- é o sinal de que algo está errado. O ideal é ter acompanhamento de um profissional habilitado.
  7. Esporte competitivo ou esporte só no final de semana não é saúde.
  8. Evitar fumo, bebida alcoólica e estresse.
  9. Evitar comer alimentos refinados- sempre que possível, substituir por integrais.

8.3.08

O SONO E A BELEZA

Receita de Beleza: Dormir bem!

Sono traz beleza para homens e mulheres. Mas há outros cuidados que você precisa saber e praticar. Levantar disposto e com as energias refeitas é algo que deixa a sensação de bem estar em qualquer pessoa. Para isso, uma boa noite de sono e descanso torna-se fundamental. É o prazer de dormir as horas necessárias exigidas pelo organismo, já que determinadas pessoas precisam de mais e outras de menos tempo de sono para sentirem-se bem. Mas, com certeza, não é só por prazer que é preciso dormir. O sono é um estado fisiológico e, portanto, necessário para o bom funcionamento do organismo. Ao mesmo tempo que as células são restauradas durante o sono, alguns hormônios- entre eles o do crescimento- são liberados neste período. Diante disso, não é difícil concluir que o sono traz benefícios para a beleza de homens e mulheres. Ao deixar de dormir, a pessoa apresenta expressão de cansaço e irritabilidade. Isso porque todo o organismo foi forçado a gastar uma energia que não conseguiu repor. Além destas consequências, surgem as indesejadas olheiras e a aparência ruim.
Atenção aos sinais
Prestar atenção aos sinais de cansaço do organismo é algo saudável. Produzimos um hormônio chamado melatonina, considerado sinalizador do sono. Ele é produzido no final do dia. Através dele sabe-se que é hora de descansar e é muito bom respeitar este ritmo natural do organismo. Muitas vezes, uma simples cochilada ajuda bastante.
Está provado cientificamente que uma pessoa que consegue dormir cerca de 15 minutos durante o dia, ou dar a famosa cochilada, acorda com melhor aparência e maior facilidade para desenvolver trabalhos intelectuais.
Cuidados básicos
Alguns cuidados podem ser tomados para facilitar um sono tranquilo e relaxante:
  1. Evitar banhos muito quentes, pois atrapalha a circulação e o organismo demora para retomar seu equilíbrio, dificultando o sono.
  2. Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas ou que contenham cafeína (café, alguns chás e coca-cola, por exemplo) e cigarro.
  3. Fazer a última refeição pelo menos duas horas antes de dormir.
  4. Manter o quarto arejado.
  5. Tornar a casa ambiente tranquilo.
  6. Se possível, fazer uso de massagem antes de se deitar.
Ainda que todas as indicações sejam seguidas, são muitas as pessoas que sofrem de insônia e, nestes casos, é melhor procurar médico especializado no assunto, para detectar o motivo da insônia e poder tratá-la de maneira adequada.

2.2.08

XÔ, INTESTINO PREGUIÇOSO!

Pequenas alterações no seu hábito alimentar podem ajudá-lo a acabar com aquela sensação de barriga inchada.
1, 2, 3 dias sem ir ao banheiro. Quem sofre com o intestino preso conhece bem esse filme: a calça não fecha, a blusa aperta, o vestido marca a "protuberância". Sem contar o desconforto... Mas, antes de apelar para os laxantes, veja as dicas que vão deixar seu intestino acelerado.
  1. Coma diariamente frutas que tem ação laxativa. Exemplo: mamão, ameixa, laranja, abacaxi.
  2. Inicie o almoço (e o jantar, se tiver o hábito de alimentar-se à noite) por uma salada com variedade de folhas cruas escuras. Elas são ricas em fibras, que melhoram o trânsito intestinal. Exemplo: rúcula, agrião.
  3. Dê preferência aos vegetais crus e, quando possível, coma-os com os talos e as cascas.
  4. Beba, pelo menos, 8 copos de água por dia. A hidratação é de suma importância para a ação das dicas anteriores. Se você comer todas as fibras e não tomar água, poderá fazer um efeito negativo.
  5. Não consuma grandes quantidades de alimentos ricos em açúcar e farinha branca (que não seja integral). Esemplo: bolos, tortas, musses, chocolates.
  6. Utilize produtos lácteos com microorganismos vivos ou fibras em sua composição, pois eles atuam de forma benéfica diretamente no intestino.
  7. Prefira sempre alimentos integrais. Além de muitas vitaminas e minerais, eles são ricos em fibras, assim como os vegetais. Exemplo: pães e massas integrais, farelos, aveia.

26.1.08

FAÇA EM CASA

Derrame duas colheres (de sopa) de óleo de girassol ou gérmen de trigo numa vasilha de inox. Deixe amornar em banho-maria e mergulhe a ponta dos dedos- sem base ou esmalte- por 3 minutos. Em seguida, escove bem as cutículas. Enrole as mãos em papel filme. Espere 2 minutos e enxague as mãos. Elas ficam super macias e as cutículas, hidratadas.